Quatro dicas para ter uma franquia

Franquia

O setor de franquias cresce sem parar no Brasil. No primeiro trimestre, a expansão foi de 5,1% em comparação ao mesmo período do ano passado, mostra a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Hoje, são quase 150 mil negócios em operação no país e o número só tende a crescer nos próximos anos. Por quê? Porque franquia é um bom negócio. Simples assim.

Porém, a experiência que acumulei ao montar a maior rede de chás gourmet do país com 23 lojas recomenda dar quatro passos antes – atenção, eu disse antes – de abrir uma franquia. Não é uma fórmula mágica, é claro, mas vale a pena pensar bem em cada dica antes de se aventurar neste mundo promissor.

A primeira é responder com sinceridade: o que você entende por empreender? Quando sonha ter o próprio negócio, muita gente procura uma franquia. De fato, é um bom começo, pois em vez de criar algo do zero e com risco maior, você investe em algo testado e já funcionando. Ok, tudo isso é verdade, mas não é suficiente, porque algumas pessoas nutrem a ilusão de que vão trabalhar menos e ganhar mais. É um engano. Em especial nos primeiros anos, você será o primeiro a chegar e o último a sair. Terá de trabalhar muito, certamente mais do que trabalhava antes, e pode ganhar menos até consolidar o empreendimento. É o que chamo de plantar para colher.

Segunda dica: estude. Ao empreender, muita gente não se prepara. O que quero dizer com isso? Que não basta simplesmente fazer um bom plano de negócios. Como empreendedor, é preciso ter conhecimento em áreas como gestão financeira, compliance e recursos humanos. Especialmente se você não estudou Administração ou Finanças, que são áreas afins e preparam o candidato para ser um administrador.

A terceira dica é: aja realmente como dono. Coloque a barriga no balcão e participe do dia a dia, trabalhando junto com a equipe e ouvindo o cliente. Quando se trata de uma franquia, a gestão a distância é algo arriscado e pode gerar dissabores. E aqui sempre falo: cuide de quem cuida do seu cliente. Capacitar e desenvolver as pessoas da sua equipe é simplesmente fundamental.

Por fim, a dica mais importante de todas: na hora de escolher a franquia, escolha um negócio que faça sentido para a sua vida. Que apaixone você. Não escolha pura e simplesmente com o foco financeiro, apenas pela rentabilidade, porque não adianta mergulhar em um negócio que não dá prazer, não satisfaz e não motiva o empreendedor a todo dia levantar da cama e dar o seu melhor. O retorno financeiro é importante? Sim, mas nunca vai superar o brilho no olho por empreender. O retorno financeiro vem em consequência da paixão pelo que se faz.

Se você chegou até aqui e acha que as dicas fazem algum sentido, o mundo das franquias está pronto para recebê-lo de braços abertos. Você vai ajudar a expandir um segmento que cresce sem parar, mesmo em tempo de crise, vai lucrar e ainda vai se divertir. Seja bem-vindo!

MICHEL BITENCOURT
Diretor da Tea Shop no Brasil