Pós-IFA ABF traz principais insights do maior evento mundial de franquias

IFA
André Friedheim, presidente da ABF, durante a abertura do Pós-IFA 2019

A ABF realizou nesta quinta-feira (14/3), o seu Pós-IFA 2019. “Trabalhamos muito e também aprendemos bastante”, disse André Friedheim, presidente da entidade, na abertura do evento. O executivo se referia à participação do Grupo ABF na maior convenção do setor de franquias mundial, realizada pela International Franchise Association, em Las Vegas, em fevereiro. A delegação oficial do franchising brasileiro foi composta por 38 representantes e líderes do setor no País, entre franqueadores, franqueados e consultores.

Para José Carlos Fugice Junior, fundador e CEO da consultoria Goakira, foi a estreia no Grupo ABF na IFA. “Fantástico. Já tinha tido a oportunidade de ir, cinco anos atrás [em um outro grupo], mas tinha que me atualizar. Foi um evento fantástico porque você obtém vários insights, várias ideias e vários projetos surgiram a partir dessa viagem. Voltamos com várias lições de casa, para aplicar nas nossas empresas e nos nossos clientes”, afirmou.

Segundo Fugice, muito se fala mas pouco se mostra como fazer e na IFA os participantes aprendem exatamente como fazer. Por exemplo, “como engajar o franqueado, motivar e fazer gerar resultado. São as mesmas dores que temos no Brasil,” comparou.

“O output mostra que nosso ecossistema de franquias é avançado”, observou o empresário, mas, dentre outros aspectos relevantes, “o evento gera pontos de vista diferentes”, ressaltou.

“Recomendo a todos que vão, e em grupo, pois assim você consegue compartilhar, tem possibilidade de trocar as melhores práticas com todo o grupo e se relacionar com grandes franqueadores. Acho que cada franqueador brasileiro deveria ir [à Convenção da IFA] ao menos uma vez na vida”, completou.

Friedheim falou a respeito da visita técnica à Action Coaching, rede com mais de 1.000 franquias no mundo, com sede em Las Vegas, e detalhou os principais números do franchising nos Estados Unidos.

IFA
André Friedheim: dados revelam a força do franchising nos Estados Unidos

Força do mercado norte-americano

Na terra do Tio Sam, o franchising conta com 801 mil unidades franqueadas e 3050 franqueadores, o que resulta na média de 263 franquias por rede. No ano passado, o setor registrou US$ 868 bilhões em faturamento e 9 milhões de pessoas empregadas diretamente. “São números que mostram a força desse mercado”, observou Friedheim.

Ainda segundo o presidente da ABF, nas melhores práticas de gestão, de acompanhamento, o Brasil não está muito atrás dos Estados Unidos. Porém, “só os cinquenta maiores franqueadores no Brasil têm mais de 300 unidades. Acho que temos que fazer um exercício de escala”, disse.

Os principais destaques, ou highligths, da IFA 2019 apresentados por Friedheim e explorados pelos palestrantes ao longo do evento da ABF foram: “O que é combinado não é caro”, ou seja, “não tem negociação contratual nos Estados Unidos”; “a colaboração e o compartilhamento estão na essência do franchising americano; “os multifranqueados são vitais para o amadurecimento das redes”.  Aliás, “eles estão tomando conta do mercado americano”, disse o executivo. Ainda segundo ele, os fundos de private equity e family offices estão aumentando investimentos em franqueadores e franqueados por lá. A volatilidade do mercado de capitais nos Estados Unidos está desencorajando novos IPOs e, por fim, “as mídias sociais são importantes fontes de captação de novos franqueados para as redes norte-americanas”.

A plateia de cerca de 200 pessoas presentes ao Auditório da TOTVS, em São Paulo, e os internautas que acompanharam o evento ao vivo pelo site ou pela fanpage da ABF no Facebook tiveram uma manhã de muito conhecimento.

Completaram a programação as palestras de Fabiana Estrela, diretora de capacitação da ABF, sobre “Operação e Relacionamento: impulsionando a consistência da marca” e de Fabio Khouri, diretor internacional, a respeito de “Expansão e internacionalização”. Além disso, o público assistiu a dois importantes painéis. Sidnei Amendoeira, diretor institucional da entidade, e Renata Oliveira, sócia do escritório BOG Advogados, detalharam os “Aspectos jurídicos e financeiros” debatidos na IFA. Já Adriana Auriemo, diretora de relacionamento, microfranquias e novos formatos da entidade, moderou o painel sobre “As melhores práticas em marketing”, com as participações de Bruno Arena, coordenador de franquias da Casa do Construtor, e Beno Krivkin, sócio-diretor da Tribecca, criadora e gestora do Portal do Franchising.

Fotos: Keiny Andrade