Simpósio Jurídico ABF debate jurimetria aplicada às redes de franquias

Jurimetria
Jurimetria no franchising é analisada por Claudio de Moraes (TOTVS), Fernando Correa (ABJ) e Sidnei Amendoeira ( (Melchior, Micheletti e Amendoeira Advogados)

A jurimetria, emprego da estatística no direito, aplicada às redes de franquia, foi tema do painel moderado por Sidnei Amendoeira (Melchior, Micheletti e Amendoeira Advogados), com a participação de Fernando Correa (Associação Brasileira de Jurimetria) e Claudio de Moraes (TOTVS) no Simpósio Jurídico e de Gestão Empresarial ABF, que integrou a Franchising Week 2018. Os especialistas falaram sobre a importância da utilização do instrumento.

Por meio da jurimetria é possível às redes tomarem decisões estratégicas, disse Correa. O especialista apresentou modelos de cases com análises estatísticas que permitem aos gestores prever as possíveis decisões judiciais com base nos dados já conhecidos e tomar, assim, a melhor decisão. Mas, advertiu: “A jurimetria não veio para fazer milagre”. Segundo ele, devem ser coletados os dados do Judiciário e da empresa, que analisados servem para tomar decisões estratégicas. “A grande dificuldade para expansão da jurimetria é a obtenção dos dados”, observou.

Para Moraes, trata-se de uma jornada, na qual a qualidade do dado é fundamental. Segundo o executivo da TOTVS, nessa jornada o caminho é desenvolver uma controladoria jurídica.

Ainda de acordo com o painelista, a partir da conexão e correlação de diversas informações, como as originárias de provedores de dados, mídias sociais, internet das coisas (IoT) e sensores de dados, as empresas usam o aprendizado automático, ou maching learning, para obter resultados. “Usando esses poderes computacionais conseguimos ter esses insights”, afirmou Moraes.

Foto: Keiny Andrade