Pós-IFA 2022: ABF debate principais tendências e insights

André Friedheim, presidente da ABF e Fabiana Estrela, diretora de capacitação da ABF, discursam no Pós (IFA) 2022
  • Associação Brasileira de Franchising realiza nesta terça-feira (22/3), de forma digital e ao vivo, um balanço dos pontos de destaque para o setor de franquias no cenário americano.
  •  Contextualização inicial sobre os aprendizados, desafios e oportunidades foi realizada por André Friedheim, presidente da ABF.

22/03/2022.

 

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) realiza nesta terça-feira, dia 22, o Pós-IFA 2022, com transmissão ao vivo e digital. Os especialistas debatem os principais temas e tendências abordadas em um dos eventos mais importantes do mercado de franquias do mundo, o Congresso da International Franchise Association – IFA, que ocorreu de 26 de fevereiro a 1º de março, de forma presencial, em San Diego, nos Estados Unidos. A delegação da ABF também cumpriu uma agenda anterior ao IFA com visitas técnicas e tour guiado em Los Angeles entre os dias 22 e 26 de fevereiro, e recebeu o patrocínio do Banco Safra durante todo o evento.

A abertura do Pós-IFA 2022 foi realizada pela Fabiana Estrela, diretora de capacitação da ABF,  e a contextualização inicial sobre o setor e o cenário atual – desafios e oportunidades – foi realizada por André Friedheim, presidente da ABF. André destacou que o atual momento do franchising é de mudança e reponsabilidades, com uma nova realidade a ser adaptada pelas grandes empresas. O empoderamento dos colaboradores das franqueadoras e franqueadoras é um diferencial competitivo que deve ser intensificado pelo mundo, fazendo cada vez mais a diferença para as marcas.

“Negócio bom é aquele que gera resultados financeiros e impacta a sociedade de alguma forma, é o que move o franchising americano – que tem muito a nos ensinar”, afirmou Friedheim.

Overview das visitas técnicas e tour guiado

Para falar sobre as visitas técnicas e tour guiado, Julio Monteiro, coordenador da Comissão de Transformação Digital da ABF/ Megamatte, pontuou os desafios que o setor enfrenta neste momento de retomada das atividades econômicas nos Estados Unidos, diante do aumento da vacinação contra o coronavírus, alta da inflação e a mão de obra um pouco mais escassa.

“ A imersão no mercado americano abriu portas para conversas com os donos das marcas sobre gestão, soluções e relação com o consumidor em tempos de avanços tecnológicos e expansão internacional” destacou.

Foram realizadas visitas técnicas às franqueadoras Gold’s Gym, Pizza Studio, Mathnasium, Wiener Schnitzel, Hamburguer Stand e Tatee Freez. Além de um tour guiado à Abbot Kinney Boulevard, uma das principais vias do comércio de Los Angeles. As marcas visitadas nesta rua, foram: Warby Parker, Medmen, Media Works, Knock Knock, Lululemon, Salt & Straw, Adidas, Allbirds e Burro.

“A marca são as pessoas”

O painel Operação e relacionamento: impulsionando a consistência da marca, moderado por Danyelle Van Straten, diretora da ABF Regional Minas Gerais e CEO da Depyl Action, teve como destaque a cultura de valor e os desafios do uso de dados e tecnologias de treinamento de uma marca.

Para a palestrante Fabiana Estrela “a marca são as pessoas”. Neste sentindo, a importância de se atentar a todos os processos e escutar todas as pessoas que fazem parte da marca, desde os fornecedores aos colaboradores internos e externos e o consumidor, fomentam a cultura e os valores que a marca tem para oferecer.

Em relação às práticas vistas nas marcas americanas, Leonardo Marchi, sócio-diretor da Praxis Business, destacou a importância da educação financeira do franqueado para uma melhor gestão dos negócios e o suporte aos franqueados.

Da esquerda para a direita: José Fugice, CEO do Grupo Goakira; Erlon Labatut, franqueador da NuvNuv; e André Giglio, sócio da Francap.

Expansão e internacionalização das marcas

No painel Tendências em expansão e internacionalização, moderado por José Fugice, CEO do Grupo Goakira, a visão geral de crescimento das franquias nos Estados Unidos foi abordada. Segundo as considerações do Erlon Labatut, franqueador da NuvNuv, a influência e a participação do dono/criador da marca se destacam em níveis de importância máxima para as futuras definições milimétricas das estratégias de expansão – que seguem em constante mudança. Além disso, o marketing digital, a diferenciação do perfil dos franqueados e o repasse das estruturas inicialmente planejadas para donos de multi-unit franchising aumentam as chances e oportunidades de crescimento internacional.

André Giglio, sócio da Francap, também exemplificou a internacionalização dos multi-franqueados para os Estados Unidos, que sofrerão modificações, adaptações à cultura e legislação do franchise no país, além de uma nova estrutura de suporte capitalização e  internacional.

Em relação às características de Franquias que ‘Globalizaram’ com sucesso, o Sócio da Francap pontuou:

  • Compromisso sólido com a empresa e plano proativo para entrar em outros países;
  • Diferenciação clara do país e dos serviços que a marca está entrando, como: histórico e resultados financeiros consistentes, margens sobre os concorrentes, registros e patentes, formato e estrutura de treinamento;
  • Plano de marketing, modelo de retorno e uso das tecnologias bem definidos no processo de estruturação interno e externo da rede.

 

Saiba mais sobre a missão da ABF na IFA 2O22:

ABF marca presença na Convenção da IFA 2022.

Foto: ABF/Divulgação.