Grupo ABF no NRF: varejo físico e digital e internacionalização entram no foco

No terceiro dia do NRF Retail’s Big Show 2016, Grupo ABF cumpre agenda com destaque às apresentações da Deloitte, American Express e Spar International, entre outras grandes companhias

Grupo ABF no NRF: varejo físico e digital e internacionalização entram no foco
"Físico ou digital? A escolha é ambos": palestra em destaque no programa do Grupo ABF

Estar à frente na era digital é um dos desafios das empresas varejistas em todo o mundo. Outro é a expansão internacional bem-sucedida. Para saber mais a fundo como grandes corporações estão agindo e superando tais desafios, o Grupo ABF no NRF Big Show 2016 dedicou boa parte do terceiro dia de sua intensa agenda de atividades às palestras sobre o varejo físico e digital, e internacionalização.

Um dos principais destaques do dia, a Deloitte trouxe algumas informações relevantes do poder do comércio digital – cerca de 7% das transações do comércio estão baseadas no e-commerce, representando mais de US$ 1,7 bilhões em negócios em todo o mundo. Três aspectos são responsáveis por esses números, segundo a Deloitte: compra digital (comportamento do consumidor e acesso ao mundo digital sem fricções), mudança da concorrência (economia do compartilhamento, por exemplo) e tecnologias exponenciais (nuvem, crowdsourcing, etc.). Os cases Disney, Fossil Group e Nike exemplificaram estratégias eficazes de omnichannel, em se estabelecer uma nova relação e oferecendo uma nova experiência ao consumidor, conhecendo-o de fato.

“Liderando a transformação digital em uma indústria de rápidas mudanças – uma conversa com Kenneth Chenault”, chairman e CEO da American Express, foi possível conhecer as estratégias da companhia que, com mais de 160 anos, vem se reinventando. Focada em se transformar em uma plataforma global de pagamentos, a Amex se destaca por estabelecer um novo padrão de relacionamento com seus clientes para além dos cartões de crédito.

A capilaridade, um dos pilares estratégicos da atual gestão da ABF, esteve em foco na palestra “Gerenciando modelos internacionais complexos”, em que o CEO Tobias Wasmuht apresentou o case da holandesa Spar Internacional. Com mais de 80 anos de mercado, presente em 40 países e com faturamento da ordem de 32 bilhões de euros em mais de 12.300 lojas, a empresa adota um modelo associativo e atende cerca de 12 milhões de pessoas/dia. A decisão de internacionalização ocorrida nos anos 90 garantiu o crescimento consistente da empresa, em países como Índia, Indonésia, China, Alemanha, dentre outros. Sem perder sua essência, a Spar tem sucesso na consolidação de modelos internacionais de negócios em supermercados, com forte adaptação local em aspectos como mix de produtos, layout de loja e campanhas de comunicação orientadas ao mercado.

Grupo ABF no NRF: varejo físico e digital e internacionalização entram no foco
Palestra destaca importância de liderar a transformação digital em uma indústria de rápidas mudanças

Desafios e insights

O desafio de estabelecer o varejo físico mundo afora e com sucesso foi o tema abordado por Ray Caul (Fujitsu – Varejo), Billy Cripe (Field Nation) e Doug Lacy (Pivotal Global) no painel “Ativar e acelerar – construir lojas físicas em qualquer lugar do mundo, com receitas de infraestrutura escalonáveis e profissionais locais”. Para Adir Ribeiro, membro do Grupo ABF e um de seus curadores de conteúdo no NRF Big Show, “a comunidade do franchising entende com profundidade o trabalho e a organização necessária para ocorrer a implantação de maneira estruturada”.

Ainda segundo Ribeiro, o painel proporcionou diversos insights a respeito da necessidade de se ter um check-list complexo e abrangente para prever todas as etapas necessárias à internacionalização. Os desafios mais relevantes estão relacionados aos 3 Cs: Cost (modelo de negócio, financeiro, custos, etc.), Communication (comunicação entre matriz e filiais, redes, equipes) e Culture (Cultura, características regionais, entre outros). Além disso, os painelistas deram destaque à atuação “glocal” – global e local ao mesmo tempo, com medidas adequadas para cada tipo de negócio e adaptações necessárias dentro do contexto internacional.

“Físico ou digital? A escolha é AMBOS!” salientada em letras garrafais, a palestra proferida por Steven Lowy (Westfield Corporation), Sir Charlie Mayfield  (John Lewis) e Kevin Plank (Under Armour) mostrou a relevância do tema para as empresas do varejo. No debate, os painelistas destacaram a colaboração como uma nova competência. A britânica John Lewis (e Waitrose) trouxe para os participantes a sua visão de negócios e varejo. Fundada em 1929 e com mais de 90 mil funcionários, todos são donos do negócio (acionistas), a empresa consolidou uma cultura própria de gestão, que favorece o engajamento entre as suas equipes.

A programação do dia incluiu ainda as seguintes palestras: “Adotando um comércio centrado no cliente: especialidade da indústria”, com Hemang Gadhia, CEO da Revmetrix, Mark Friedman, presidente da Steven Madden e Andrea Weiss, fundadora da The O’Alliance; “Lojas conectadas: como servir o cliente digital”, com Bernardine Wu, CEO da FitFor Commerce, Fred Argir, VP e chief digital officer da Barnes & Noble e Healey Cypher, CEO e fundador da Oak Labs; “Atendimento personalizado através da ciência do cliente”, com Yael Cosset, CIO da 84.51º e Matthew Thompson, VP da Negócios Digitais The Kroger Co.; “A corrida para o poço e como ganhar no mundo de insanos preços promocionais”, com Robin Lewis, CEO e fundador da The Robin Report e Andrew Mantis, EVP do NPD Group; “Qual é a próxima para pagamentos?”, com Michael Haswell, diretor de parcerias do produto do Google, Jodie Kahn, diretor chefe de consumidor da Fresh Direct e Les Matthews, SVP de desenvolvimento de mercado USA da MasterCard; “Ascensão das Megatendências: futuras marcas em revisão”, com Chris Sanderson, cofundador e chief creative officer da The Future Laboratory; “Convergência do comércio: preenchendo a lacuna da loja”, com Brian Kilcourse, sócio gerente da Retail Systems Research, Andrew Laudato, SVP e CIO da Pier 1 Imports e Bruno Mourão, estrategista de TI e líder em experimentação e parcerias estratégicas da Sonae; “E-spetacular – O poder irrefreável do mercado on-line”, com Michael DeSimone, COO da ShopKeep, Ryan Miller, VP e estrategista global de e-commerce da Rakuten, Sean Summers, VP e marketplace da Mercado Libre e Jordan Sweetnam, VP e seller experience da eBay; “Por que sua campanha on-line precisa conter uma mensagem baseada em localização”, com Jeff Russakow, chefe executivo da Gimbal e Brian Sobecks, inovador digital sênior da Kraft Heinz; “Cultivando camadas populares: criação de uma marca americana para o futuro”, com Heath Carr, COO da Bedrock Manufacturing (Filson/Shinola); “Varejo ágil abraçando o ritmo da mudança”, com Christian Davies, diretor executivo de criação Americas da Fitch; “Alibabá salva a loja: o poder da terceira onda do varejo”, com Lee Peterson, EVP de Marca, Estratégia e Desenho da WD Partners; e “Moda inteligente – Entregar varejo inovador como um designer de moda”, com Natalie Nixon, diretora de projeto estratégico do Programa MBA da Philadelphia University e Justin Rosenberg, fundador e CEO da Honeygrow.

Leia mais:

NRF Big Show 2016 inicia e Grupo ABF tem série de atividades

Confiança, Copa e Olimpíadas marcam 2º dia do Grupo ABF no NRF 2016

Visitas técnicas são destaque no 4º dia do Grupo ABF no NRF

Tendências e negócios de alto potencial na mira do Grupo ABF

Grupos ABF, BTR e Varese analisam NRF

 

Fotos: ABF Divulgação

 

Se você está pensando em comprar uma franquias, confira artigos que o Portal do Franchising separou para te ajudar: