Home Notícias ABF em Ação De algoritmos à economia prateada

De algoritmos à economia prateada

0
De algoritmos à economia prateada
(A partir da esq.) André Friedheim (ABF), André Boaventura (EBANX), Marcelo Marques (Mobly) e Bel Humberg (Fashion Code) em painel sobre transformação digital

Transformação Digital e Economia Prateada embalaram os debates do primeiro dia da 19ª  Convenção ABF do Franchising

Na primeira plenária do evento, dividiram o palco André Boaventura, da EBANX; Bel Humberg, da Fashion Code; e Marcelo Marques, da Mobly.

Durante o bate-papo, que impactou a plateia do início ao fim, ficou evidente o diferente modelo de pensar das empresas que já nasceram no ambiente digital. Em praticamente todas as provocações do moderador, André Friedheim, presidente da ABF, e nas respostas às perguntas da plateia, os empreendedores ressaltaram a importância dos dados, a utilização de algoritmos e as vantagens proporcionadas por esses robôs em relação às estratégias convencionais.

Bel é criadora do site Qvestir e da Fashion Code, serviço inovador de consultoria de moda que utiliza algoritmos para auxiliar os clientes na escolha e combinação de roupas. “Além dos dados que temos – roupas que a cliente mais gosta e quais ela comprou – avaliamos também os dados que tradicionalmente desperdiçamos – por que ela não comprou as demais peças que levou ao provador? –  e que são muito valiosos para entender a jornada do consumidor e melhorar cada vez mais a oferta. Toda informação é valiosa e gera insights importantes para estratégias futuras”, disse.

A experiência da Mobly, compartilhada por Marcelo Marques, vai na mesma direção. Com dados estruturados foi possível criar até uma estrutura logística diferenciada, que garante o sucesso do negócio.  “Hoje, um vendedor com um tablet com todos os dados coletados sobre o cliente na mão, vende 60% mais do que um vendedor que não tem acesso a essas informações”. Ainda segundo ele, os algoritmos substituem anos e anos de treinamento.

Já Boaventura, da EBANX, plataforma de pagamento considerada a primeira unicórnio brasileira que nasceu fora do eixo Rio – São Paulo, apontou o recrutamento como um dos pontos mais importantes para o sucesso dos negócios na atualidade. “Tivemos muita dificuldade em trazer para o nosso negócio profissionais já bem-sucedidos em outras empresas, mas sempre buscamos as melhores mentes”. Para ele, para inovar é preciso perder o medo de errar. “Saber lidar com o erro é muito importante e gera conhecimento e engajamento dos colaboradores”.

Economia
Layla Vallias (Hype60+) e o foco na “Economia Prateada”

Economia Prateada
Na mesma manhã, que mais de 600 congressistas se empolgaram com os aprendizados compartilhados por empresas tão jovens como a EBANX, a Mobly e a Fashion Code, também palestrou Layla Vallias. Outra jovem empreendedora, fundadora da consultoria de marketing Hype60+.

Não diferente dos demais empreendedores da sua geração, ela utiliza tecnologia e dados para desbravar um mercado esquecido pelas marcas: o consumidor 60+.

De cara ela já afirmou que a velhice será a maior parte da vida e ninguém parou para pensar nisso. “As empresas pesquisam freneticamente o comportamento das crianças, dos jovens, dos milênios e sequer reparam nos consumidores acima de 60 anos”, afirmou. “É um erro!  Os maduros serão os grandes protagonistas do futuro”.

Segundo a pesquisa Tsunami60mais, realizada por sua empresa, em pouco tempo o Brasil será o 6º País mais velho do mundo. Hoje, já envelhece no mesmo ritmo do Canadá e, na próxima década, terá mais idosos acima de 60 anos do que adolescentes até 14.

A pesquisa revela que a economia gerada pelos 60+, chamada de Economia Prateada, movimenta 1 trilhão de reais no Brasil e mais de 15 trilhões de dólares no mundo. Para os franqueadores, a provocação da Layla é: vão continuar desperdiçando esses silvers dólares? “É hora de repensar produto, serviço e comunicação para os 60+!”, incentivou.

Texto: Debora Freire
Fotos: Keiny Andrade

Confira outros momentos da programação do primeiro dia de conteúdo da Convenção ABF do Franchising 2019: