Seminário de Food Service debate resultados de pesquisa inédita do segmento

Food pesquisa
(A partir da esq.) Tom Moreira Leite, Simone Galante, Isaías Oliveira e Ricardo Bomeny no painel sobre os "Desafios da transformação dos negócios"

Pesquisa Setorial de Food Service constata resiliência, pressão de custos, revisão do menu e explosão do delivery das franquias de alimentação na pandemia

O primeiro dia da ABF Franchising Week Virtual 2021 culminou com o Seminário Setorial de Food Service. O evento foi marcado pela divulgação da Pesquisa inédita do segmento (confira link abaixo), realizada pela Associação em parceria com a Galunion, consultoria especializada em food service.

Antonio (Tom) Moreira Leite, vice-presidente da ABF e CEO do Grupo Trigo, deu as boas-vindas aos palestrantes e ao público virtual. O executivo conduziu todo o evento, que contou com a participação de Simone Galante, CEO da Galunion, responsável pela apresentação dos resultados do estudo, e de outras importantes referências do segmento e do setor, que compartilharam suas opiniões e experiências, especialmente no combate aos impactos da pandemia.

Para falar a respeito da “Performance Geral do Franchising no Segmento de Alimentação”, a ABF reuniu Luiz Marcelo (McDonald’s), Elidio Biazini (Didio Pizza), Lindolfo Paiva (Mr. Cheney) e Leonardo Lamartine (Grupo BHF – Business Hub & Franchising).

O painel “Gente e Gestão dos Negócios, Expansão e Operações” envolveu Cesar Antonelli (Taco Bell), Brenda Branco (BRMania), Carlos Sadaki (Grupo Trend Foods) e Fernando Ribeiro (Sal e Brasa).

“Marketing, Oferta, Tendências e Sustentabilidade” foram assuntos tratados por Alex Macedo (Burger King) e Tatiana Lanna (Liv Up). Já os “Desafios, Digitalização e Desafios” centralizaram a análise de Fernando Soares (Domino’s Pizza).

No painel final, o Seminário de Food Service debateu os “Desafios da Transformação dos Negócios”. Participaram o VP da ABF Tom Moreira Leite, Ricardo Bomeny (BFFC), presidente do Conselho da entidade, Isaías Oliveira (Chiquinho Sorvetes) e Marcelo Rodrigues (Café do Ponto).

Como mensagem de encerramento, Bomeny afirmou: “Continua sendo muito importante no nosso setor a experiência operacional, a forma como você é servido, é atendido, a equação de valor que você tem, só que agora tem um novo ingrediente, que é a experiência operacional digital, que precisa ser tão boa quanto a experiência física”. O presidente do Conselho da ABF também recomendou que todos olhem não só para a experiência física do seu consumidor, mas também para a digital.

Simone Galante salientou o quanto é importante as redes estarem atentas a tudo o que está acontecendo no mercado. “Desejo que todas as marcas estejam cada vez mais preparadas para o faturamento aumentar, para conseguir seguir as tendências que estão acontecendo, seja na linha de saúde e bem-estar, que têm uma importância muito maior hoje na mente do consumidor, e também todas as questões ligadas à sustentabilidade dos negócios e do planeta”, disse. Ainda segundo a especialista, os canais físicos e digitais serão cada vez mais ‘figitais’.

Moreira Leite destacou os principais insights do Seminário. Segundo ele, há que se levar em conta também a reformulação do cardápio para essas novas formas de consumo, o investimento na divulgação de novos produtos e é indispensável que a marca comunique esses lançamentos.

“Ficou bastante evidente o quão relevante se tornou a comunicação dentro do ambiente digital, consumindo grande parte da verba de marketing das marcas que operam no franchising nacional. E temos que estar preparados para essas novas ocasiões de consumo. O delivery se apresenta, sem dúvida nenhuma, como uma oportunidade de faturamento incremental, a partir da volta do atendimento físico e devemos pensar essa operação para que possamos oferecer a mesma experiência dentro e fora dos nossos restaurantes”, afirmou.

O evento terminou com um vídeo de João Baptista Junior, coordenador da Comissão de Food Service da ABF, que, após um longo período de internação, venceu a Covid e está se recuperando em casa. “Todos nós passamos por grandes desafios ao longo dessa pandemia 2020-2021, seja no plano pessoal, seja no plano empresarial e, uma coisa que é incrível, todos nós estamos superando essas adversidades porque nós temos uma associação que nos apoia, que é feita por gente, de relações humanas, como a essência do franchising. Franchising é a arte de administrar relações, pessoas e isso transforma a Associação nesse grande diferencial. Conseguimos, com muita resiliência, superar todos esses desafios”, concluiu.

Confira os principais resultados da Pesquisa Setorial de Food Service ABF 2021.

Acesse aqui a apresentação feita durante o Seminário da ABF Franchising Week Virtual 2021.

Imagem: ABF/Reprodução