Redes de franquia se aliam a bancos

Jornal O Globo – Redação – 12/05 
 
Instituições têm condições especiais para conveniadas
 
Então, você está decidido a abrir seu próprio negócio. E busca crédito para capital de giro, reforma do local da empresa, aquisição de equipamentos. Descobre que as linhas de crédito para investimento são as mais vantajosas do mercado, com prazos maiores e juros menores. Mas os bancos exigem que a empresa já seja legalmente estabelecida há pelo menos um ano, além de provas de seu faturamento, como balanços e declaração de Imposto de Renda. Se é assim, como fica a situação de quem busca recursos para abrir seu primeiro negócio Para quem pretende abrir uma franquia, pode ser mais fácil.
 
Os bancos facilitam a análise de crédito de candidatos a franqueados de redes previamente cadastradas. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, tem atualmente convênio com 78 empresas. Já o Banco do Brasil tem mais de 200 redes parceiras. Pelo sistema, a franqueadora encaminha ao banco o plano de negócios do futuro franqueado, com uma carta de apresentação. Isso é suficiente para agilizar, por exemplo, a liberação de recursos do Proger Investgiro, da Caixa, ou do Proger Urbano Empresarial, do BB.
 
REDE REGISTRA AUMENTO NA PROCURA
 
Fundada há cinco anos e no sistema de franchising há três, com sete unidades no Rio e em Brasília, a hamburgueria Zacks firmou há dois meses convênio com a Caixa. São só 18 redes do segmento de alimentação na lista do banco. O sócio Paulo Maksoud explica que, para a rede, o processo é demorado e bastante burocrático. Mas vale a pena:
 
– O banco faz um pente fino na vida financeira dos sócios e da empresa. Mas, para os futuros franqueados, é muito importante, pois os bancos exigem, para liberar capital para investimento, um período de 12 a 24 meses de empresa preexistente. A meta é avaliar a solidez do negócio que está sendo proposto. Pelo convênio, no entanto, não há tal exigência para empreendedores.
 
Maksoud já percebe aumento na procura de investidores. No Zacks, o investimento inicial numa loja express fica entre R$ 350 mil e R$ 450 mil, fora o ponto comercial. O plano de negócios prevê que a marca feche o ano com 12 unidades no país e com 20 até o fim de 2014.
 
LINHAS DO BNDES NOS GRANDES BANCOS
 
Outra opção para os futuros franqueados são as linhas para investimento do BNDES, como BNDES Automático e Finame (voltado para a compra de equipamentos), que são concedidas por intermédio dos principais bancos do país, inclusive os privados.
 
O engenheiro Eduardo Talarico precisava de um empréstimo de R$ 22 mil para se tornar um franqueado da rede Sr. Computador, especializada em reparos de computadores para pessoas físicas e jurídicas e em venda de produtos de tecnologia. Conseguiu no banco que já era cliente, o HSBC, que implantou uma área dedicada às franquias. Há dois meses, abriu seu negócio.
 
Empreender sempre foi meu objetivo. É claro que existem dificuldades, e o que me levou a escolher uma franquia
 
foi o fato de poder contar com o “knowhow” e o apoio que este modelo de negócio oferece. Fundada ano passado, a Sr. Computador tem 27 franquias no país. O investimento varia entre R$ 13 mil e R$ 30 mil. 
 
PEQUENAS EMPRESAS
 
A edição deste mês da revista “Pequenas Empresas, Grandes Negócios”, traz uma reportagem sobre o perfil de quem está à frente do mercado de franquias.
 
Empréstimos Confira as condições
 
CAIXA FRANQUIAS. Programada Caixa Econômica Federal destinado ao segmento de franchising que oferece recursos para capital de giro, antecipação de receitas, financiamentos para investimentos, seguros e previdência. Atualmente, são 78 redes conveniadas com a Caixa. Pela linha Proger Investgiro, a cobertura é de até 90% do valor do investimento, com o teto máximo de R$600 mil. Os juros atuais estão em 5% mais a variação da TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo, atualmente em 5%) ao ano, e o prazo de pagamento é de até 48 meses.
 
BB FRANQUIA. Por meio de um convênio assinado entre a franqueadora e o Banco do Brasil, unidades franqueadas têm acesso a linhas de crédito para capital de giro, financiamentos de investimentos e outras soluções que o BB coloca à disposição da empresa. Os conveniados do programa dispõem de maior agilidade no fluxo de contratação de operações. O Proger Urbano Empresarial financia até 80% do valor do projeto; o valor máximo do crédito, como da Caixa, é de R$ 600 mil; e o prazo para pagamento é de até 72 meses. A taxa de juros é de 0,65% ao mês.
 
BNDES. A linha BNDES Automático é voltada para o financiamento de projetos, empreendimentos, aquisição de equipamentos e capital de giro associado. 0 limite do crédito é variável (depende do tipo de operação), mas está limitado a R$ 10 milhões, com 60 meses para pagar juros de TJLP mais 6,5% ao ano. Já a Finamese destina a aquisição de máquinas e equipamentos nacionais novos. A linha financia até 90% do valor da compra, com limite de R$ 1 milhão. 0 empréstimo pode ser pago em até 60 meses, com juros de 6,5% mais TJLP. Ambas são concedidas através dos principais bancos do país.
 
HSBC Criou uma área específica para franquias. Oferece financiamento do investimento inicial para a abertura de uma franquia, mudança de estoque e de showroom. Financia até 60% do projeto, com prazo de 42 meses e 6 meses de carência para o início das prestações. Os juros não são informados pelo site e varia m de acordo com o perfil do empreendedor e do valor do empréstimo.
 
CUIDADOS. Especialistas alertam: é preciso estar ciente de que, financiando metadedo valor do investi mento, o prazo de retorno sofre u m atraso de seis meses. O empreendedor vai trabalhar, mas não vai ser remunerado.