Pró-Corpo Estética inaugura oito franquias no Sudeste

A Pró-Corpo Estética – empresa especializada no segmento de serviços de estética e beleza – está focada no plano de expansão para alcançar as 500 unidades em cinco anos. Como prova do seu empenho, a empresa anuncia a inauguração de oito franquias até o final do ano: cinco em São Paulo e três no Rio de Janeiro. Em março deste ano, a marca abriu sua primeira franquia na capital carioca.

“A procura de potenciais franqueados é grande, inclusive, já estamos em contato com investidores de outras regiões e logo devemos fechar negócio no Centro-Oeste e no Sul do País”, comemora a sócia-diretora da Pró-Corpo, Marisa Peraro.

O investimento para a abertura de uma unidade Pró-Corpo varia de R$ 236 a R$ 277 mil reais. Na primeira modalidade de franquia, chamada de Pró-Corpo Estética, o cliente encontra procedimentos convencionais das clínicas de estética, como tratamento para celulite, flacidez, gordura localizada e depilação. Já a segunda opção é a Pró-Corpo Med, que além dos procedimentos de estética convencionais, também disponibiliza tratamentos especializados aplicados por médicos, como por exemplo, aplicação de botox, co2 fracionado e remoção de tatuagem.  

Em ambos os formatos, a empresa oferece suporte completo aos investidores. Desde a consultoria na escolha do ponto, treinamento para franqueados e equipe, até método exclusivo de captação de clientes, suporte de marketing, método de ensino e aprendizado online e consultoria de campo.
A rede vem se destacando no mercado por conta de seu elevado padrão de qualidade no atendimento ao cliente, aliado aos melhores tratamentos estéticos e profissionais especializados atuando sempre com eficiência em todos os procedimentos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil já movimenta cerca de  R$ 15,4 bilhões por ano -, terceiro mercado no consumo de beleza -, atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão. Nos últimos cinco anos, esse mercado teve crescimento de 78%, assim como a média de gasto com a beleza entre os brasileiros, subiu 44% em seis anos.
A tendência é que o mercado cresça ainda mais nos próximos anos. Segundo a consultoria Euromonitor, o Brasil representa 12% das vendas mundiais de produtos do setor de beleza e deve se tornar o maior mercado até 2015.

“As pessoas passaram a se preocupar mais com beleza e saúde e buscam o tempo todo por soluções que possam garantir a mudança que sempre sonharam. Por isso, temos os melhores profissionais, salas individuais e máquinas com tecnologia avançada para proporcionar conforto e satisfação para os clientes”, explica Marisa.