Pós-NRF ABF: tendências, cultura das marcas, marketing e tecnologia

Tecnologia
Painel de encerramento do Pós-NRF ABF com Denis Santini, Adir Ribeiro, Gustavo Schifino e André Friedheim (a partir da esq.)

Na terceira palestra do Pós-NRF ABF, Edmour Saiani, CEO da Ponto de Referência, falou sobre tendências no varejo e no franchising, e traçou as trilhas para se chegar ao “novo cliente”.

Segundo o conferencista, pesquisas mostram que 3 em cada 4 consumidores da geração Y (pessoas nascidas entre 1980 e 2000) não querem produto, mas sim experiência. “Ou seja, ele não quer ter, quer sentir. Ele é o nãosumidor”, definiu.

 

tecnologia
Edmour Saiani: O “nãosumidor” não quer ter, quer sentir

Ainda de acordo com Saiani, 74% deles não se importam com o fim de uma marca, mas 97% da geração Y ainda querem comprar em lojas e 95% não querem falar com um robô. São números que evidenciam a importância dos dados. “Se não tiver CRM, dados maravilhosos para atender o cliente, ao invés de aproximar, a loja ou a marca afastará o cliente”, sentenciou.

Entre as mudanças observadas por Saiani no franchising, a hierarquia vai dar lugar à autonomia, a confiança na relação entre franqueador e franqueado prevalecerá e não o controle, e a repetição também será suplantada pela inovação.

Quanto à cultura das marcas, na visão do especialista a NRF 2019 mostrou que a cultura internalizada da empresa é percebida pelo cliente. “Marca tem que fazer bem e o bem. A cultura tem que estar explícita na empresa”, afirmou. Ainda segundo ele, lojas que não têm causa, manifesto e cultura irão brigar por preços.

tecnologia
Grasiela Tesser: “Quem está impactando o mercado é a geração micro-ondas, a geração que quer tudo quente e agora”

Tecnologia e “geração micro-ondas”

Grasiela Tesser, diretora executiva da NL Informática e CEO do cake ERP, falou sobre os insights de tecnologia para o varejo apresentados na NRF 2019. “É importante identificar quais tecnologias são aplicáveis aos negócios”, disse.

A especialista destacou que entre as gerações de consumidores, “realmente quem está impactando o mercado é a geração micro-ondas, a geração que quer tudo quente e agora”. E o principal ponto, segundo Grasiela, é que ela não se caracteriza pela idade, mas pelo desejo.

De acordo com pesquisa da Forrester apresentada pela conferencista, 120% dos consumidores da geração micro-ondas são impacientes e 75% querem no futuro ter mais interações com seres humanos do que com robôs. “Digital não é sempre melhor”, ressaltou Grasiela.

Outro ponto relevante observado pela especialista é que ainda que o e-commerce esteja crescendo, as lojas físicas são dominantes. Segundo Grasiela, a loja física não está morrendo, mas a loja chata, sim. Nesse sentido, a NRF mostrou que “os dados são o ativo mais importante dos negócios”, disse ela. Daí a importância das redes fazerem a análise dos dados para entender desde o comportamento, a jornada de compra do consumidor até dados preditivos.

Grasiela destacou também a importância de as empresas atuarem com parceiros, o que é essencialmente o franchising. “Cada vez mais os negócios estão se ressignificando através de parcerias e colaborações”, afirmou.

Painel de aterrissagem da NRF 2019
Para encerrar o Pós-NRF ABF, Gustavo Schifino, mentor e CEO da Pier X, Adir Ribeiro, fundador e CEO da Praxis Business, e Denis Santini, fundador e CEO da MD – Make a Difference, sob moderação do presidente da ABF André Friedheim, debateram alguns dos principais temas da NRF 2019 e as oportunidades para o franchising brasileiro num painel de aterrissagem.

Entre as questões, os especialistas analisaram como alinhar os franqueadores e prepará-los para esse novo mundo. Parafraseando Thales Teixeira, Ribeiro afirmou que “não são as startups que estão disruptando os mercados, mas são os consumidores”.

Para Santini, sob a ótica da comunicação e do marketing, “o principal é colocar as pessoas nos lugares certos”. Segundo ele, hoje quem ‘brifa’ o fornecedor de comunicação é o próprio franqueado. A mudança não está na grande mídia, mas na micromídia. “Temos que reinventar o modo de trabalhar o marketing nas agências. Esse é o maior desafio”, disse.

Já Schifino ressaltou que toda tecnologia embarcada no Pier X – uma plataforma em ambiente “phigital” focada em experiência que combina lançamentos, cultura e tecnologia – é brasileira. “Tem muita tecnologia barata e acessível [no País]”, afirmou. A respeito do wallet, a carteira digital, o especialista ressaltou: “Existe tecnologia disponível. Todo franqueador deveria olhar de forma bastante urgente e rápida para o wallet”. Segundo ele, os players brasileiros estão disponíveis para fazer com que as franqueadoras usem sua carteira digital como o Uber.

A segunda missão internacional da ABF em 2019 será para a Convenção Anual da International Franchise Association (IFA), em Las Vegas (EUA), de 22 de fevereiro a 1º de março. No dia 14/03, a ABF realizará o Pós-IFA e trará para os seus associados os principais insights do evento, que é o maior do franchising mundial.

As inscrições já estão abertas e as vagas são limitadas. O evento é gratuito e exclusivo para associados ABF.
Inscrições: https://eventos.abf.com.br/pos-ifa-mar-2019.

Fotos: Keiny Andrade

Saiba mais sobre o Pós-NRF ABF:

Pós-NRF ABF evidencia transformação digital, disrupção e mudanças exponenciais

A trajetória da transformação digital no varejo e a jornada do cliente