Pão de Açúcar estuda adotar franquia

Jornal Valor Econômico – Adriana Mattos – 02/05
 
O Grupo Pão de Açúcar estuda a possibilidade de operar franquias de supermercados no país, como antecipou o no ano passado em reportagem sobre planejamento estratégico do grupo. A informação foi dada na última quarta-feira, em teleconferência da empresa com analistas, pelo vice-presidente de negócios do varejo, José Roberto Tambasco.
 
“Temos estudado alternativas de formatos e de franquias inclusive. Há outros modelos em estudo, como o que existe na Colômbia, em que pequenos comerciantes podem operar com uma marca nossa e ganhar com nossa escala. Aí, teria que ser uma terceira marca do grupo [que já opera Extra e Pão de Açúcar]. Mas quero ressaltar que tudo está sendo feito sem decisão tomada ainda”, disse.

O projeto de franquias está no planejamento estratégico da companhia, e discutido pelo comando, pelo menos, desde o fim de 2012, segundo fontes. “Em 2014 não devemos ter franquias. Para 2015 e 2016, não temos decisão ainda”, disse ao Ronaldo Iabrudi, presidente do GPA.

Tambasco disse ainda que a companhia se prepara para inaugurar lojas de proximidade, de metragem menor que a de um supermercado, com a marca Pão de Açúcar. O grupo já opera o Minimercado Extra, supermercados com 300 metros quadrados. O novo formato deve atender classes de maior renda. A primeira unidade deve ser aberta no início de junho. A empresa não informou plano de lojas a serem abertas. O controlador Casino opera diferentes formatos de lojas na França.

Na última terça-feira, o GPA apresentou seus resultados do primeiro trimestre, com alta de 11,9% nas vendas líquidas e 22,9% no lucro líquido. Indicadores ficaram em linha ou acima da expectativa do mercado. O GPA Alimentar registrou alta de 11,4% nas vendas e queda de 2,3% no lucro, redução que refletiu a data da Páscoa no segundo trimestre. A operação de comércio eletrônico (Nova Pontotocom) fechou o trimestre com perda de R$ 22 milhões, alta de 52,8%. As vendas subiram 52,6%.

Iabrudi disse em teleconferência na quarta-feira que os ganhos de sinergias com compras conjuntas entre Via Varejo e Nova Pontocom (sites do grupo) devem aparecer nos próximos trimestres. As empresas já usam alguns centros de distribuição de forma conjunta e estudam novas ações para ganhar eficiência.