Os destaques da NRF 2018 sob a ótica dos especialistas

Participantes da missão ABF na NRF, os especialistas em varejo e franchising Eduardo Terra, Alberto Serrentino, Julio Takano e Cristiane Relvas palestraram no evento realizado em São Paulo.

Pós NRF ABF
Público lota auditório Santander no Pós-NRF ABF

Especialistas em varejo e franchising que fizeram parte da missão ABF na NRF palestraram no evento desta terça-feira (6).

Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), e Alberto Serrentino, vice-presidente da entidade, mostraram oito relevantes insights extraídos da NRF 2018 aplicáveis ao franchising. O primeiro deles, o varejo cross border – venda pela internet para consumidores de outros países – deve ser visto como oportunidade pelo franchising, diz Terra.

Especialistas
Eduardo Terra: personalização de canais, produtos, preços, serviços e ofertas é um desafio para os varejistas na atualidade

Terra destacou o uso do QR-code para pagamento, usado em massa na China, tanto por “millennials” como por idosos. “Pagamento móvel é uma realidade e virá com muita força nos próximos anos”, salientou. “As criptomoedas e os blockchains, este sim disruptivo, mergulhem nisso”, orientou. A personalização, ou “bespoke”, é outro importante insight apresentado pelo especialista. Segundo ele, a personalização de canais (sob medida), de produtos, preços, serviços e ofertas é um desafio para os varejistas na atualidade.

Especialistas
Alberto Serrentino: a loja física e o binômio “baixo atrito” e “experiência”

Já na visão de Serrentino, a loja física é um ponto fundamental para o varejo. O especialista citou o caso da Amazon Books como exemplo do uso eficiente do big data. Como provocação, Serrentino questionou: O que é uma loja hoje?  Segundo ele, pode ser um ponto de venda, de entrega, de logística, de troca de experiências, de encontro entre pessoas, tudo ou parte disso, mas deve ser especialmente um ponto de baixo atrito e experiência. Este é o binômio central que o varejista deverá tratar para atender e surpreender os clientes.

Especialistas
Adir Ribeiro: “Volatilidade é a nova ordem”

Adir Ribeiro, sócio-fundador da Praxis Business, trouxe os principais insights obtidos da série de palestras assistidas na NRF, com foco em dois eixos principais: loja física e experiência de compra do consumidor, e cultura, propósito e capital humano. “Volatilidade é a nova ordem”, destacou.

Clique aqui e saiba os detalhes dos insights obtidos por Ribeiro nas palestras da NRF.

Especialistas
Julio Takano e as experiências obtidas nas visitas técnicas

As experiências vividas pelo Grupo ABF nas visitas técnicas foram detalhadas por Julio Takano, sócio-diretor da Kawahara & Takano Retailing e guia nas visitas. Takano apresentou o que de mais importante a delegação do franchising brasileiro vivenciou nas operações da Samsung, Le District, Sonos, Devialet e no escritório do Facebook em Nova York.

Leia mais aqui.

Especialistas
Regiane Relvas: “Comecem a pensar seriamente em ter um ‘life experience’”

Encerrando o evento, Regiane Relvas, CEO da VIP-SYSTEMS e também curadora de conteúdo do Grupo ABF ao lado dos demais palestrantes, enfocou as transformações tecnológicas que estão revolucionando o varejo. “Percam o medo. A tecnologia está aí e ela será a única forma de sobreviver neste mundo, que não está fácil. Então aproveitem, experimentem, reinventem, mudem porque é desta forma que faremos essa jornada”, afirmou.

Ainda segundo a especialista, toda essa nova tecnologia que está chegando é apenas a ponta do iceberg. “Já estamos falando de carro autônomo, de viagens intergalácticas, de ‘customer experience’”. Concluindo, em tom de reflexão, Regiane defendeu: “Comecem a pensar seriamente em ter um ‘life experience’, porque se vocês não tiverem uma experiência de vida, tudo isso que a gente está falando, todo esse monte de tecnologia não vai servir para nada porque viver é a coisa mais sublime que tem no mundo, a saúde é a parte principal”.

Vanderson Migliatti, fundador da Sterna Caffe, viveu a experiência da NRF como parte do Grupo ABF. Para ele, que franqueou sua marca em 2015, tudo foi muito novo e 2017, “um ano mágico”. De acordo com Migliatti, sua participação na NRF teve três objetivos: “O primeiro objetivo, conhecer as novas tecnologias no mundo do varejo; segundo, trazer para o Brasil o que se aplica ao meu mercado, ao meu negócio, e o terceiro, sensacional, o networking. Estar com pessoas de várias áreas do varejo, do franchising, foi excelente”, afirmou.

Fotos: Joel Silva