Nordeste tem forte potencial de expansão

JORNAL VALOR ECONÔMICO – SUZANA LISKAUSKAS – 25/07

Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), referentes a 2012, apontam que os Estados do Nordeste contavam com 188 redes, 7,7% do mercado nacional. Em toda a região, existem cerca de 2,9 mil lojas de franquias, o que corresponde a 2,8% do total de estabelecimentos franqueados ativos no país. Entre 2011 e 2012, houve um crescimento de 19,7% do número de redes estabelecidas na região. O aumento chega a 42%, no mesmo período, quando se analisa a instalação de unidades.

Essa evolução do mercado tem atraído novos empreendedores, além de motivar os projetos de expansão de marcas nacionais em todo o Nordeste, sobretudo em cidades do interior. Juarez de Paula, gerente de comércio e serviços do Sebrae, diz que, em 2012, o faturamento das franquias da região apresentou uma evolução de 31,80%, superior aos 16,20% registrados pelo segmento em todo o Brasil. “O faturamento chegou a R$ 2,12 bilhões. Isso demonstra um forte potencial de crescimento do setor na região e da grande probabilidade de sucesso de quem aposta nesse nicho”, comenta de Paula.

Estudos feitos pelo Sebrae apontam que os segmentos mais procurados por quem quer abrir uma franquia na região são os relacionados a esporte, saúde, beleza e lazer. “Esses segmentos, juntos, são responsáveis por 29,4% do total de pequenos negócios franqueados no país.”
Ainda de acordo com o levantamento do Sebrae, o setor de alimentação aparece em segundo lugar, com 16,7%, e educação e treinamento representa 12,6% das preferências dos empreendedores na região Nordeste.

A rede de cursos de idiomas CNA confirma os dados do Sebrae. José Carlos de Souza, diretor de expansão do CNA, diz que, nos últimos cinco anos, o Nordeste despontou com uma das regiões mais interessantes para a expansão do negócio, o que justificou a abertura neste ano de uma sede regional do CNA em Recife (PE).

A rede tem hoje 49 escolas instaladas no Nordeste, o que representa 9% do total de estabelecimentos franqueados no Brasil, que somam 543. Segundo Souza, a previsão é de expansão na região Nordeste nos próximos cinco anos, incluindo cidades de médio porte. Além das capitais da região, o CNA tem presença em 22 cidades desse porte, como Mossoró (RN), Sobral (CE), Imperatriz (MA) e Gravatá (PE).

“Identificamos mais de 160 oportunidades nos próximos cinco anos. Há um movimento contínuo na região de ascensão das classes, o que favorece o investimento pessoal em educação”, diz Souza.

A rede de lavanderias 5àSec duplicou a quantidade de lojas nos últimos cinco anos e aponta mais crescimento. Meire Gomes Carvalho, diretora-comercial da 5àSec, diz que o planejamento estratégico da empresa prevê que, em 2017, a rede tenha 670 lojas em todo o Brasil, sendo cem no Nordeste. Hoje são 420 lojas no país, sendo 47 instaladas e seis em fase de instalação nos Estados nordestinos.

“Estamos presentes em todas as capitais do Nordeste e começamos um movimento de interiorização. Temos lojas em cidades como Petrolina e Caruaru (PE), Itabuna e Feira de Santana (BA) e Campina Grande (PB). E estamos buscando oportunidades em Sobral (CE), Mossoró (RN), Imperatriz (MA) e Arapiraca (AL)”, diz Meire.

O paulista Jomar Olivar foi o primeiro franqueado da rede no Nordeste. Hoje tem seis lojas e uma usina onde processa roupas de cama e mesa, todas em Fortaleza.