Neurociência, confiança e felicidade para vender

3º Congresso de Expansão de Redes termina com palestras que aliam a neurociência às atitudes que fazem a diferença

Confiança
Pedro Calabrez: “Se você quiser vender, construa confiança para a pessoa que está na sua frente”

“A neurociência a favor da venda assertiva” foi o tema da palestra de Pedro Calabrez, sócio-diretor da NeuroVox, professor e pesquisador da Unifesp, na parte final do 3º Congresso de Expansão de Redes. O especialista mostrou como desenvolver uma relação de confiança com outra pessoa para ser bem-sucedido nos negócios. “Se você quiser vender, construa confiança para a pessoa que está na sua frente”, afirmou.

Para gerar confiança no seu interlocutor, Calabrez enfatizou: “Seja assertivo (…). E vender de forma assertiva não é simplesmente você achar que vai ter sucesso em todo o momento, em toda tua venda (…), é aprender com os teus fracassos para que você consiga ter sucesso na continuidade do teu trabalho”.

Segundo o especialista, temos uma visão equivocada do sucesso, relacionando-o a talento. Calabrez fez referência à pesquisa de Angela Duckworth, que relaciona o sucesso à garra, unindo o poder da paixão pelo que se faz e a perseverança. Para alcança-lo, “você apanha, cai, levanta, aprende com a queda e continua lutando”.

Confiança
Leila Navarro: “75% da comunicação não é palavra, é sua garra, sua gana, sua atitude, sua fé”

Felicidade e oportunidade

Em sua palestra atitudinal, Leila Navarro mostrou as “atitudes e pessoas que fazem a diferença” e a felicidade é o motor dessas atitudes. Para ela, “pessoas felizes respondem melhor ao feedback, aprendem mais depressa, e gente feliz fica menos doente, gente feliz é negócio, é diferencial”.

Em tudo Leila vê oportunidade. Fisioterapeuta de formação, mãe de três filhos, na separação, quando ouviu do marido que ele queria um tempo, ela viu uma oportunidade. “Para mim a vida é um mar de oportunidades”.

Confiança
Participantes do Congresso com Leila Navarro: “Gente feliz é negócio, é diferencial

De acordo com a conferencista, “75% da comunicação não é palavra, é sua garra, sua gana, sua atitude, sua fé,” e, concluindo, disse: “A oportunidade não avisa que vai chegar, ela chega! Aproveite”.

Fotos: Keiny Andrade