Multifranqueados, educação e ferramentas de gestão

A etapa final da ABF Franchising Week 2018 nesta quinta-feira (28/6) contou com três eventos paralelos. “Cada vez mais as redes estão se estruturando com franqueados que têm essa competência”, disse o presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, na abertura do Seminário de Multifranqueados.

Multifranqueados
Franquias e e-commerce: painel com Eduardo Felix (Chilli Beans), Marina Alonso (Arezzo), Juarez Leão (ABF) e Felipe Pivatelli (Cia. Hering) – (a partir da esq.)

No primeiro painel, Mariana Alonso (Arezzo), Eduardo Felix (Chilli Beans) e Felipe Pivatelli (Cia. Hering) relataram as experiências das marcas no e-commerce para gerar fluxo para as lojas físicas.

Os especialistas falaram, ainda, das dificuldades e sobre como as redes trabalham de forma sinérgica com os franqueados no e-commerce. Segundo Juarez Leão, membro do Conselho de Associados da ABF e moderador do painel, o desafio é fazer com que as promessas feitas no meio digital sejam entregues na loja física.

“Estreitando o relacionamento com os shopping centers para aumentar as vendas e reduzir custos” foi o tema do segundo painel do evento. Adriana Auriemo, diretora de relacionamento, microfranquias e novos formatos e coordenadora do Comitê de Shopping Centers da ABF; Mauro Nomura, membro do Comitê de Franqueados da entidade e franqueado multiunidade da Arezzo, Schultz, Adidas e L’Occitane au Brésil; Adriano Capobianco, diretor comercial da Partage Shopping Centers, Sergio Koffes Jr., COO da Gazit Brasil, debateram o assunto sob moderação de Glauber Gentil, coordenador do Comitê e franqueado multiunidade de O Boticário, quem disse, berenice?, Swarovski e Sunglass Hut.

Os executivos falaram, ainda, das estratégias de suas operações e visões de mercado. Segundo Capobianco, a presença de multifranqueados vem crescendo nos últimos anos nos shoppings administrados pela Partage. Para ele, deve haver maior integração entre lojistas e shoppings, em que os primeiros participem mais das decisões dos shoppings e estes influenciem mais as decisões dos lojistas.

Já os insights da Multi-Unit Franchising Conference 2018 e suas aplicações no franchising brasileiro foram apresentados no painel final do evento, sob moderação de Alberto Oyama, diretor de franqueados da ABF e franqueado multiunidade da L’Occitane au Brésil e Mr. Cat.  Participaram do painel Erik Cavalheri, diretor adjunto de tecnologia da ABF; Glauber Gentil, Mauro Nomura, Denis Santini, CEO do Grupo MD – Make a Difference e Rodrigo Gobbo, CEO do Grupo Natureza. Para o executivo, “multifranqueados são uma ‘entidade especial’, com cultura própria e sinergia com as marcas que operam”.

Temas como gestão, engajamento e empoderamento de pessoas, planejamento, processos, marketing e mídias digitais, expansão, novas tecnologias e suas tendências emergentes e sustentáveis, como a robótica, foram tratados pelos especialistas.

Redes de Educação

O Seminário Setorial de Redes de Educação 2018 debateu alguns dos principais temas do segmento. O modo como as redes estão vencendo os desafios dos últimos dois anos foi tratado por Eduardo Costa (Instituto Embelleze), Julio Segala (Kumon), Marina Azambuja (Cultura Inglesa) e Rogério Gabriel (Movedu), sob moderação  de André Belz (Rockfeller Language Center).

A seguir, Sylvia Helena Barros, coordenadora do Comitê de Educação da ABF e CEO da The Kids Club, moderou o painel sobre os desafios do futuro do mercado de educação. O tema foi tratado por Décio Pecin, diretor do Comitê e CEO do CNA, Bruno Pompeu (Happy Code) e Arno Krug (Maple Bear).

O seminário terminou com a palestra de Tabata Amaral, fundadora do Movimento Mapa Educação. apontando as tendências do mercado educacional no Brasil. Jovem que saiu da periferia de São Paulo e se formou na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, a cientista política apresentou os resultados de um estudo e falou a respeito do futuro da educação no País.

Metodologias e Ferramentas de Gestão

O Seminário de Metodologias e Ferramentas de Gestão 2018 englobou alguns dos principais assuntos relacionados ao setor de franquias. A mentoria como instrumento de aprendizagem colaborativa foi tratada por Fabiana Nunes (NAU25).

Rafael Rez (Nova Escola de Marketing) explicou que uma empresa startup sabe usar a tecnologia nova a seu favor, e assim, tem um rápido crescimento. Rez falou, ainda, sobre o “Growth Hacking”, que é o marketing orientado a experimentos, citando como exemplo o Uber, uma aposta que deu certo.

William Juliano (Kick Off) questionou o que é inteligência e explicou como aplicar a
inteligência artificial nas franquias.

Na palestra “Employee Experience e as HRTechs: otimizando os processos de gestão de pessoas”, Luis Felipe Cortoni (PROVA – Laboratório Brasileiro de Inovação no Varejo),
Douglas Monroe (PIN People), Mônica Hauck (Solides) e Samir Iásbeck (Qranio) mostraram como otimizar os processos de gestão de pessoas.

Finalizando o evento, Humberto Ribeiro (Epicentor) detalhou quais as principais ferramentas e metodologias utilizadas nas scale-ups e startups que podem ser aplicadas na gestão de redes.

Fotos: Keiny Andrade

 

Se você está pensando em comprar uma franquias, confira artigos que o Portal do Franchising separou para te ajudar: