Minds Idiomas inaugura três unidades no Nordeste e alcança 21 escolas na região

A rede de franquias Minds Idiomas inaugura três unidades no Nordeste, localizadas em Maceió (AL), Salvador (BA) e João Pessoa (PB), alcançando a marca de 71 unidades em todo o Brasil. A franquia de idiomas irá investir em um plano de expansão que visa a implantação de mais 50 unidades, tendo como  plano chegar a 131 lojas em cinco anos.

Com uma proposta de aprendizagem rápida e dinâmica, a Minds Idiomas foca a expansão nos estados nordestinos que se posicionam como um mercado promissor para o setor. “Nosso intuito é crescer na região, por isso pretendemos ganhar mais espaço e se consolidar no mercado nordestino, oferecendo cursos completos de inglês em um curto período de 18 meses. Atualmente, temos 18 unidades nessas cidades com planos de abertura de mais 10 escolas nesta mesma região até 2019”, afirma Leiza Oliveira, fundadora da marca.

Pioneira na adesão de material didático digital que permite o uso de tablets, a Minds trabalha em todas suas unidades com lousa eletrônica, oferece aulas dinâmicas e interativas – diferenciais que tornam a marca um ótimo investimento, além do valor para abrir uma unidade: R$ 250 mil reais com faturamento médio de R$ 80 mil reais.

Outro ponto relevante é o posicionamento da marca no mercado. Desde 2007, a rede oferece cursos diversificados e valores diferenciados, atingindo todos os tipos de público, entre jovens e adultos, das classes A e B. “Nosso conceito de metodologia é novo em curso de idiomas, por isso  nossas escolas conquistaram sucesso em todo o Brasil. Graças a este diferencial, não temos um perfil único, pois os cursos atingem qualquer pessoa que deseja aprender inglês, temos até  alunos da terceira idade, por exemplo”, afirma Leiza Oliveira.

A Minds Idiomas foi criada com objetivo de oferecer aos alunos oportunidades inovadoras para não desistirem do aprendizado de outra língua. “Entramos no mercado para disponibilizar cursos rápidos, com valores competitivos e com a flexibilidade do aluno poder escolher os melhores dias e horários para participar das aulas”, lembra a empresária.