ABF realiza evento Pós IFA 2014

André Friedheim, diretor internacional da ABF, dá início ao Pós IFA ABF 2014
 

A ABF realizou, no dia 18 de março, no Centro de Capacitação e Eventos da entidade, o encontro Pós IFA ABF – 2014. Mais de 90 empresários e profissionais do setor estiveram presentes, para discutir os temas que foram destaque durante a 54ª edição da Convenção Anual da IFA – International Franchise Association, que aconteceu entre os dias 21 e 27 de fevereiro, em New Orleans, EUA.
 
Este foi o segundo ano consecutivo em que a ABF liderou uma delegação formada por executivos de grandes marcas franqueadoras brasileiras, consultores e demais especialistas em franchising, para participar da IFA. A programação do grupo ABF esteve repleta de conteúdo, networking e visitas técnicas. “A Convenção proporcionou a todos nós o acesso às principais tendências do mercado americano, através de palestras, mesas redondas e painéis”, relembrou André Friedheim, diretor internacional da ABF e sócio da Francap, em seu discurso de abertura. “Hoje, os palestrantes convidados dividirão conosco o que de mais importante foi visto por lá, além de fazerem, cada um em sua área, uma análise do que pode e deve ser incorporado no dia a dia do franchising brasileiro”, finalizou.

Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF, fala sobre a plataforma política e econômica dos EUA
 

Além de apresentar qual foi a agenda do grupo durante a estadia em New Orleans e os dados institucionais da IFA, Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF, expôs aos participantes informações sobre a plataforma política e econômica dos EUA e também os números do franchising no País. “Cerca de 2.500 marcas atuam nos Estados Unidos e somam mais de 770 mil unidades. O setor de franchising americano possui uma projeção de crescimento de 4,7 para 2014”, afirmou Ricardo.

Paulo Cesar Mauro, presidente da Global Franchise, explica porque expandir internacionalmente é um bom negócio e quais cuidados devem ser tomados durante o processo

Sob os temas “Panorama sobre internacionalização de marcas” e “Visitas técnicas – Conceitos de Negócios Planet Beach e Regal Nails”, Paulo Cesar Mauro, presidente da Global Franchise, iniciou sua apresentação comentando quais são as principais estratégias no processo de internacionalização de uma franquia. Segundo ele, a atuação internacional reduz a dependência do Brasil e eleva o patamar de avaliação da empresa perante o mercado. “Se você decide expandir para fora, é preciso fazer bem feito, investir em estrutura de treinamento, implantação, seleção de franqueados qualificados, além de se atentar aos contratos, legislações e registros de marca naquele País”, observou.

Durante as visitas técnicas realizadas, a delegação ABF pode conhecer de perto as operações das redes Planet Beach, empresa que oferece aos clientes o serviço de spa automatizado e a Regal Nails, maior franqueadora de salões de beleza especializada em unhas dos EUA. Para Paulo Cesar, ambas as marcas possuem uma ótima estrutura, apesar de já terem, assim como diversas redes brasileiras, enfrentado algumas crises e readequações no modelo de negócio. “A Planet Beach possui uma forte estrutura de treinamento e marketing, voltada principalmente para geração de clientes, enquanto a Regal Nails, já com mais de mil unidades em funcionamento, presa pelo atendimento expresso, a qualidade dos serviços e a produção de equipamentos e acessórios exclusivos, além de oferecer um preço competitivo”, afirmou.

André Friedheim, diretor internacional da ABF e Pedro Mello, sócio-diretor do Grupo Quack, durante palestra no Pós IFA ABF 2014

A programação seguiu com a presença de Pedro Mello, sócio-diretor do Grupo Quack e André Friedheim, para debater o tema “Expansão e venda de franquias – Como atrair e melhor integrar novos franqueados”. Segundo os palestrantes, a grande tendência observada durante a edição de 2014 da IFA foi o conceito “back to basics”, ou seja, voltar ao princípio e às boas práticas do franchising em busca do sucesso. “Para expandir, é preciso que a marca tenha uma cultura bem definida, pois são elas que mais se destacam. Dentre outros fatores, também é de extrema importância observar que a taxa de franquia precisa cobrir custos e não financiar a franqueadora”, afirmou André. A preocupação americana com a geração de leads qualificados também foi um dos itens abordados pelos executivos. “Leads de qualidade normalmente surgem de indicações dos atuais franqueados”, observou.

A segunda parte da do debate entre André e Pedro abordou os temas “Gestão de Redes e Treinamento – Como operar, capacitar e se relacionar com a rede de forma eficaz” e “Marketing Digital – Como potencializar o marketing da rede e tirar maior proveito das redes sociais”. Foram listados os principais insights observados por eles na Super Sessão com Cheryl Bacheld, franqueadora da Popeyes Louisiana Kitchen e os pilares de sucesso da rede. Além disso, os palestrantes afirmaram que o conceito “Zero moment of truth”, apresentado durante a Convenção, está mais em evidência do que nunca. “Este conceito refere-se ao comportamento do potencial franqueado de buscar informações sobre a franquia na internet, antes de ter o primeiro contato com o franqueador”, afirmou Pedro Mello. Por esse motivo também, é tão importante o engajamento das marcas nas redes sociais. “O foco de postagens e textos nas redes sociais precisa ser de conteúdos com temas que interessam o seu consumidor e não ao seu negócio”, afirmou. Outro ponto importante é o monitoramento do perfil da empresa e também dos seus concorrentes. “Dessa forma, é possível identificar quais as principais reclamações e as melhores soluções”, finalizou Pedro.

Denis Santini, sócio-diretor da MD Comunicação, trouxe insights sobre tecnologia e fornecedores de franquias para o Pós IFA

Denis Santini, sócio-diretor da MD Comunicação, trouxe para o Pós IFA ABF – 2014, as principais informações observadas nas áreas de tecnologia e fornecedores. Mais de 260 expositores estiveram presentes no evento, divididos em categorias como internet, educação, software, móbile, design, propaganda, dentre outras. “Os fornecedores oferecerem serviços para franqueados e para o cliente final, porém, em sua grande maioria, as atenções estiveram voltadas para o franqueador”, afirmou.

Para André Friedheim, o ‘gap’ entre o mercado americano e o brasileiro não é tão grande. ‘Temos evoluído ano a ano’

 
No encerramento, André Friedheim, relembrou a todos que, apesar de ainda haver muitas diferenças, as boas práticas do franchising brasileiro não deixam a desejar para o que está acontecendo nos EUA. “Temos evoluído ano após ano e, com certeza, o “gap” não é tão grande assim. Atualmente, o que diferencia o mercado americano do brasileiro é a escala e quantidade de unidades”, finalizou. E, anote na sua agenda: A 55ª edição da Convenção Anual da IFA acontecerá entre os dias 15 e 18 de fevereiro de 2015, em Las Vegas.

Clique aqui e confira a galeria de fotos do evento.