Franchising brasileiro debate igualdade de gênero em fórum global

gênero
Grupo Boticário, representado por Renato Amendola, coordenador de sustentabilidade (3º à dir.), durante participação no Fórum

Igualdade de gênero é um dos temas que tem envolvido cada vez mais o franchising brasileiro, no País e no mundo.

Como representante do setor, maior rede de franquias do Brasil e líder global em franquias de beleza, o Grupo Boticário – que detém as marcas O Boticário, Eudora, quem disse, berenice? e The Beauty Box –participou no início de março do IV Fórum Global “Empresas pela Igualdade de Gênero: O Futuro do Trabalho na Agenda 2030”.

Promovido pelo Governo do Chile e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o evento debateu as desigualdades de gênero no mercado de trabalho. Abordou, ainda, práticas inovadoras para promover o empoderamento das mulheres, tendo em vista o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). Mais de 400 líderes empresariais e representantes de governo, da academia, de sindicatos e da sociedade civil participaram do evento, que também contou com a presença de especialistas da ONU Mulheres e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Na ABF, igualdade de gênero e outras questões relacionadas à participação feminina no sistema de franquias são debatidas no Comitê Mulheres do Franchising. Criado em 2015, o comitê tem por missão contribuir para o contínuo desenvolvimento de lideranças femininas nas esferas: social, política e empresarial. O trabalho do comitê vai desde a discussão sobre a equidade de gêneros no âmbito empresarial e social até a representatividade de mulheres na política.

Foto: ABF/Divulgação