Aeroportos estão abertos aos negócios, mostra Super Live ABF

Negócios aeroportos
Bruno Basseto (Infraero), Ricardo Bomeny e Adriana Auriemo (ABF) e Ricardo Rocha (SAC) durante a Super Live

Encontro virtual que enfocou “Perspectivas e modelos de negócios no setor de aeroportos” reuniu Ricardo Bomeny e Adriana Auriemo (ABF), Bruno Basseto (Infraero) e Ricardo Rocha (SAC)

As oportunidades de negócios nos aeroportos brasileiros foram tema de mais uma Super Live ABF. Sob o tema “Perspectivas e modelos de negócios no setor de aeroportos”, o evento realizado na última quarta-feira (28/7) foi conduzido por Ricardo Bomeny, presidente do Conselho da entidade, e contou com a participação de Adriana Auriemo, diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos da ABF, e de Bruno Basseto, superintendente de Negócios em Áreas Externas e Serviços Aéreos da Infraero, e Ricardo Rocha, assessor da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC).

Rocha falou em melhorar o ambiente de negócios no País e mostrou as perspectivas para o momento de retomada. A partir de abril deste ano pôde ser observada, segundo ele, uma tendência mais rápida de recuperação do mercado doméstico. O assessor destacou que atualmente há 22 aeroportos, a maioria de atuação regional, privatizados.

Ao apresentar os diversos aeroportos, nas diferentes regiões do País, em cidades como Ipatinga, em Minas Gerais, Altamira e Marabá, no Pará, Basseto ressaltou que há oportunidades de negócios em todos. O especialista mostrou, ainda, como navegar no site da empresa federal para ficar a par das oportunidades de negócios e participar de licitações. Basseto ressaltou, ainda, “a abertura da Infraero para ouvir o mercado, tratar junto com a ABF, com os lojistas”, numa ampla disposição para receber sugestões dos mais diversos modelos de negócios.

Segundo Bomeny, as parcerias de franqueadores associados com a Infraero aumentaram desde a primeira Super Live realizada entre ambas as instituições, no primeiro semestre. “Tem saído bastante negócios a partir da iniciativa da ABF de trazer a Infraero e a Secretaria [de Aviação Civil] mais para próximo”, disse.

Sócia-diretora da rede Nutty Bavarian, com forte atuação nos terminais aeroportuários brasileiros, para Adriana, “de maneira geral trabalhar em aeroporto é uma ótima oportunidade de expandir seus negócios, sua marca”.

 

Veja alguns artigos de interesse no Portal do Franchising:

Imagem: ABF/Reprodução