ABF discute possibilidades com o BREXIT

Reino Unido
Evento da ABF em parceria com o Departamento de Comércio Internacional do Reino Unido

Associação Brasileira de Franchising debate o desenvolvimento de negócios bilaterais entre o Brasil e o Governo Britânico

A ABF – Associação Brasileira de Franchising – realizou no último dia 29 de janeiro, um evento em parceria com o Departamento de Comércio Internacional do Reino Unido, com o objetivo de entender os impactos e oportunidades que o BREXIT – processo de saída do Reino Unido da União Europeia – pode trazer para as marcas brasileiras que pretendem expandir para o mercado britânico.

Gabriela Meucci, gerente de Alimentação e Varejo, e Sofia Ramos, gerente de Desenvolvimento de Negócios do Departamento de Comércio Internacional do Reino Unido, mencionaram os principais mecanismos de apoio que o governo britânico irá oferecer para atrair empresas que tenham interesse em realizar investimentos.

Segundo Marcelo Maia, diretor executivo da ABF, o apoio do governo britânico pode variar de acordo com o tamanho, tipo de investimento e número de empregos gerados. “Com o know-how das franqueadoras brasileiras, temos condições suficientes para ingressarmos neste mercado, que se mostra cada vez mais atraente para os brasileiros. As marcas que têm interesse na expansão internacional já estão preparando os planos de negócios dentro das exigências do governo europeu”, explica.

A ABF realizará, em parceria com a Apex-Brasil, uma missão prospectiva para o Reino Unido entre os dias 26 e 27 de março, após a Expo Paris, onde a delegação terá a oportunidade de visitar centros comerciais, lojas de departamento e conhecer as características do varejo britânico. “Também está prevista a realização de workshop na Embaixada do Brasil com players e fornecedores locais”, informa Maia.

Os desafios econômicos no mercado nacional nos últimos quatro anos, associado ao desejo por um novo patamar de expansão e o intercâmbio promovido pela ABF em parceria com a Apex Brasil, alavancaram ainda mais o processo de internacionalização de franquias brasileiras. O estudo já consolidado de 2019 indica que há 163 redes nacionais com operações em 107 países. Em 2018, eram 145 redes. Até o momento, o franchising brasileiro não explorou o mercado do Reino Unido que tem mais de 66,6 milhões de habitantes, sendo 50.8% mulheres e 49.2% homens.