1º Seminário de Microfranquias apresenta novos dados e valor de investimento

Microfranquias investimento
(A partir da esq.) Felipe Buranello, Adriana Auriemo, Júlia Shirowia, Guilherme Piccolotto, Raphael Brito e Juliana Pitelli no painel sobre os segredos das 10 Maiores Microfranquias no Brasil

A Associação Brasileira de Franchising anunciou também o novo valor máximo de investimento das Microfranquias

Novidade da ABF Franchising Week Virtual 2021, o Seminário de Microfranquias encerrou a programação desta quinta (25/6), terceiro dia do megaevento. Seu ponto alto foi a divulgação de dados inéditos (acesse no link abaixo) e do novo valor máximo de investimento desses modelos de negócios.

Baseada em três vezes o PIB per capita, a Associação estabeleceu o valor de até R$ 105 mil como novo limite para classificar os negócios de menor investimento.

Alguns dos nomes de referência do mercado de microfranquias debateram as principais tendências, as oportunidades e os temas de interesse desse mercado que continua crescendo no Brasil.

Segundo Beno Krivkin, sócio-diretor da Tribecca, responsável pelo Portal do Franchising – um dos maiores do setor no mundo –, os números relacionados às microfranquias são grandiosos. As franquias de até R$ 100 mil, por exemplo, representam 92,7% das buscas na web. “Há anos o termo ‘franquias baratas’ é o mais buscado na internet”, disse.

Adriana Auriemo (Nutty Bavarian), diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos, ao lado de Felipe Buranello (Maria Brasileira), coordenador da Comissão de Microfranquias deram as boas-vindas à audiência virtual e fizeram a contextualização do evento.

O painel de abertura detalhou as estratégias de expansão nas mídias digitais praticadas pelas microfranquias. Compartilharam suas experiências José Rubens de Oliva (Guia-se) e Humberto Madeira (Prudential do Brasil). Cases de sucesso no YouTube com canais focados nos negócios de menor investimento, José Carlos Fugice Jr. (Goakira) e Raphael Mattos (PremiaPão) falaram sobre como as marcas podem obter maior engajamento e atrair mais investidores.

O “Suporte e comunicação como elementos de sucesso na sua rede” foi o tema tratado por Lilian Marques (iGUi TRATABEM), Alexandre Valença (DryJet) e Ana Virginia Lima (Clube Turismo), sob moderação de Adriana Auriemo.

Entre as iniciativas da rede, a criação da UniGUi – Universidade da piscina – foi, de acordo com Lilian, de suma importância para ampliar o suporte e a comunicação com os franqueados. Segundo ela, o mundo digital trouxe os franqueados para mais perto das redes. Reafirmando o sucesso da medida, o franqueado José Apolônio, dono de uma loja iGUi e outra TRATABEM, declarou: “Através desse suporte nos tornamos referências mundiais”.

O Seminário terminou compartilhando os segredos das redes que compõem o ranking das 10 Maiores Microfranquias por unidades no Brasil. O painel contou com a participação de Júlia Shirowia (Kumon), Guilherme Piccolotto (PitStop), Raphael Brito (SolarPrime) e de Juliana Pitelli (Maria Brasileira).

Confira aqui os novos dados sobre as Microfranquias divulgados pela ABF.

Acesse também as apresentações feitas durante o Seminário da ABF Franchising Week Virtual 2021:

Imagem: ABF/Reprodução