Think Tank Franchising Brasil debate novos modelos de negócio pós-pandemia

Franchising Brasil

Projeto do Programa Franchising Brasil teve mais mesas virtuais de discussão em suas duas últimas rodadas, contando com diversos nomes do setor de franquias

Entre os dias 31 de agosto e 17 de setembro, aconteceram mais duas rodadas de encontros do Think Tank Franchising Brasil. A iniciativa, que tem como objetivo promover reuniões online de troca de experiências e  construir pontes e soluções para o momento pós pandemia, é organizada pelo Franchising Brasil — Programa de internacionalização do setor de franquias brasileiro, realizado por meio de uma parceria entre a Associação Brasileira de Franchising (ABF) com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Nestes últimos dias aconteceram sete reuniões remotas, que contaram com a presença de marcas brasileiras como Bibi, Kumon, Panelinhas do Brasil, Usaflex, Sodiê Doces, Kingcase e mais. Além destas, representantes internacionais também participaram das conversas. Karoline Portela, da Eurofranquias; Jose Fernandez, da FIAF; Luis Felipe Jaramillo, responsável pela FANYF – Feira de franquias da Colômbia, entre outros, trocaram experiências com empresários brasileiros.

Complementando as mesas da primeira semana, essas duas rodadas tiveram como foco a retomada das empresas e o futuro pós-pandemia com mudanças duradouras, neste momento em que vários mercados já estão retomando atividades. Se para algumas o momento foi de pausa e reflexão, outras marcas conseguiram ir um pouco além e criaram oportunidades durante a pandemia. “Essa situação acabou gerando novas oportunidades para a gente, já que muitos clientes correram atrás do digital”, revelou Felipe Junqueira, representante da agência de marketing Target Mais.

Essa solução foi amplamente discutida por todas as empresas e associações, que também intensificaram e aplicaram melhorias em suas áreas de comunicação. “É importante o cliente se sentir abraçado, ainda mais em um momento tão delicado no mundo inteiro”, declarou Silvana Buzzi, diretora executiva da ABF e mediadora de uma das mesas.

A aproximação ainda maior com os franqueados também é um ponto de atenção. Raquel Nunes, representante da Usaflex, frisou a importância de uma comunicação mais transparente e próxima para guiar as ações dos franqueados durante a pandemia. “Foi nossa missão mostrar para eles que não estavam sozinhos e desamparados”, declarou Raquel. Já Bruno Borges, da Calçados Bibi, reforçou que alinhar a estratégia foi fundamental, e que isso possibilitou o retorno mais breve da marca às atividades presenciais.

No geral, muitas franquias têm equilibrado suas expectativas e realidades com o momento, entendendo também a situação delicada dos franqueados. O mesmo acontece entre os franqueadores e seus fornecedores. Marcas como a Coife Odonto reforçaram a importância de ser flexível durante a crise, e também de implementar soluções que servirão a longo prazo e não só como medida de contenção.

Ao todo, o Think Tank Franchising Brasil contou com a participação de 36 empresas estrangeiras, 41 empresas brasileiras e dez países: Brasil, Portugal, México, Peru, Colômbia, Argentina, Paraguai, Equador, Panamá e Uruguai. O Franchising Brasil agradece a participação de todos e os aguarda para uma nova edição em breve!

Sobre o Franchising Brasil

O Franchising Brasil é um projeto conjunto da Associação Brasileira de Franchising (ABF) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que visa apoiar a estratégia de internacionalização das redes brasileiras de franquias e sua promoção comercial internacional. A iniciativa foi concebida para promover este reconhecido modelo de negócios nos principais mercados internacionais.