Franquias de Serviços Automotivos se destacam e crescem 20,6% no Rio de Janeiro em 2020

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) acompanha o desempenho do setor nacional e regionalmente, por estados e municípios. No recorte feito sobre o desempenho do mercado de franquias no estado do Rio de Janeiro em 2020, o estudo aponta o impacto da pandemia, mas alguns segmentos, como Serviços Automotivos, Serviços e Outros Negócios, e Saúde, Beleza e Bem-Estar já apresentaram crescimento.

O segmento de Serviços Automotivos registrou um incremento de 20,6% em sua receita no ano passado comparado a 2019. Em números absolutos, o faturamento avançou de R$ 335 milhões para R$ 404 milhões. O aquecimento do mercado de veículos usados associado ao aumento de serviços mecânicos e do uso de motoristas de aplicativos são fatores que explicam esse crescimento.

Serviços e Outros Negócios também se destacou, com o faturamento chegando a R$ 1,538 bilhões, um incremento de 4,7% no ano passado frente a 2019. O bom desempenho se deve às medidas de isolamento social, com a permanência de parte da população em casa, ao trabalho em home office e à maior utilização dos meios de pagamento, entre outras razões. Além disso, mesmo com o fechamento parcial das atividades em alguns segmentos, o de Saúde Beleza e Bem-Estar cresceu 1,8%, faturando um pouco mais de R$ 3 bilhões em 2020. Mais diretamente relacionadas à pandemia e com negócios que se mantiveram aquecidos mesmo neste período, as franquias desse mercado têm apresentado bom desempenho.

Em relação à geração de empregos, o estado do Rio de Janeiro gerou mais de 123 mil postos de trabalhos diretos no Sistema de Franquias. O destaque vai para o segmento de Limpeza e Conservação, que apresentou incremento de 5,9% em relação ao mesmo período de 2019, o que equivale a um total de 2,3 mil vagas. Assim como Saúde, os negócios desse segmento foram beneficiados pelo aumento da demanda provocada pela pandemia, que exige ambientes limpos e desinfectados.

“Apesar do cenário de incertezas, o Rio ainda se mantém como uma economia resiliente. Ainda temos um terreno muito fértil para o crescimento, tanto do número de redes quanto de unidades em operação no Estado”, afirma Beto Filho, presidente da Associação Brasileira de Franchising seccional Rio de Janeiro (ABF Rio).