PMEs devem garantir período positivo a hosts

PMEs devem garantir período positivo a hosts

DCI – Amauri Vargas – 11/02

Também conhecidas como fornecedores de hospedagem, as companhias que sustentam os sites de empresas em diversos setores devem registrar crescimento, mesmo com a economia oscilante

As companhias do chamado marketing digital devem crescer em 2015, mesmo com cenário econômico desacelerado. Isso deve ocorrer porque os clientes, as pequenas e médias empresas (PMEs) querem estar bem representadas na internet, para faturar mais e não acompanhar a curva negativa de diversos setores nacionais. As ferramentas fornecidas pelas empresas do serviço de host (hospedeiro, em inglês), permitem que as empresas, independentemente do segmento de atuação, aceitem sites na internet e mantenham e-mails corporativos com o domínio da própria empresa. Também é possível planejar as campanhas do Google, que fazem com que PMEs apareçam nos resultados de buscas, quando os usuários procurarem por palavras pertinentes aos serviços e produtos fornecidos.

O sócio diretor da companhia de marketing digital Elefante Verde, Fábio Duran, afirma que o anseio de estar presente no ambiente virtual é mais evidente quando o cenário econômico não é nada favorável. “A comunidade de pequenos e médios empresários pode explodir este ano, com a economia fraca e um mercado de trabalho enfraquecido.”

Crescimento

Segundo Duran, a companhia nasceu em fevereiro de 2011 e cresceu no último ano 600%, ante 300% de alta registrados em 2013. Apesar de um crescimento menor esperado para 2015, de 100%, ele indica que é preciso considerar o tamanho que o negócio tem hoje. “Nós trabalhamos baseados no modelo de franchising, então de 2012 até agora conseguimos 50 franqueados. Este ano, a meta é dobrar para 100.”

O CEO da Guia-se e diretor de microfranquias da Associação Brasileira de Franchising (ABF), José Rubens Oliva, indicou que o último ano não foi um bom período para a companhia. “No ano passado nós crescemos 30%, o mesmo número do mercado. Este ano deve ser melhor e esperamos 40% de alta e um aumento de 100, para 150 franqueados.”

Oliva aponta também para a tendência de “pessoas que querem montar uma empresa e investem em unidades que vendam os serviços de campanhas virtuais em franquia”.

Concorrente no mercado de marketing digital, mas com operação própria, o UOL Host, da gigante de internet Universo Online (UOL), indica que a demanda do serviço deve crescer por empresas que querem entrar para o mundo digital e, para isso, precisam entender mais da estratégia que contempla a presença on-line.

O gerente de vendas da companhia, Marcelo Varon, sinaliza para diferenciais como a parceria com o Google e o atendimento de gerentes de contas. “O cliente do serviço liga pra nós com uma necessidade que nem sempre ele sabe qual é. Um profissional especializado vai auxiliá-lo, explicando a plataforma e vantagens como a parceria de buscas com o Google”, conclui.