Franchising perde Dr. Mario Cerveira

Mario Cerveira

Referência para o setor, Mario Cerveira foi um dos pioneiros na área do Direito Imobiliário especializado na relação entre lojistas e shoppings

04/01/2021

O setor de franquias brasileiro perdeu nesta segunda-feira, 4 de janeiro, o Dr. Mario Cerveira Filho. Consternada, a Associação Brasileira de Franchising se solidariza e transmite suas condolências a toda a família.

Brilhante advogado, um dos pioneiros no franchising, tendo iniciado suas atividades no setor em 1973, Mario especializou-se na área do Direito Imobiliário, especialmente nas questões relacionadas aos lojistas de shoppings. Nesse campo, foi autor de dois livros: Direito dos Lojistas e Ações Renovatórias e Revisionais em Shopping Centers.

Mario era um associado atuante e instrutor de cursos da ABF. “O Dr. Mario Cerveira deixa um legado enorme nas questões locatícias. Não mediu esforços para representar lojistas em diversas demandas na área. Sempre com muita ética e perspicácia, foi extremamente importante para o setor de franquias brasileiro”, declara o presidente da ABF, André Friedheim.

De acordo com Fernando Tardioli, diretor jurídico da entidade nas últimas gestões,  “Mario Cerveira foi uma referência para todos nós advogados que atuamos no franchising. Sem dúvida nenhuma, ele foi uma fonte de inspiração e marcou um período na relação entre franqueados, lojistas, shoppings, buscando trazer um pouco mais de equilíbrio para essa relação. Sem dúvida nenhuma, o trabalho profundo e focado na especialização que ele desenvolveu nessa área foi fundamental para retomar o reequilíbrio dessas relações e também possibilitar o crescimento do franchising de uma maneira geral. É uma grande perda para nós advogados, para o setor e sem dúvida nenhuma de alguém que deixa um grande legado, por uma atuação tão especializada, tão focada e tão concentrada durante tantos anos e que tanto contribuiu para o desenvolvimento do setor”.

Mario
Mario Cerveira com sua banda Watt 69 num dos eventos da ABF

Mario foi também um apaixonado pela música, parte significativa de sua vida, tendo criado a banda Watt 69 e se apresentado em eventos da ABF. Saopaulino e muito bom jogador de futebol, Mario também era apaixonado pelo esporte. A respeito do amigo, José Lamônica, fundador e publisher da Editora Lamonica, especializada em franchising, afirma: “Conheci o Mario como amigo, nas confraternizações no Clube Pinheiros, e sua banda, mas especialmente por sua formação acadêmica e pioneirismo jurídico no varejo, com ênfase no modelo de gestão do franchising, e como defensor de princípios éticos e sociais. Trata-se de uma perda representativa para o franchising e para nossa entidade ABF”.

Sua alegria, inteligência e vivacidade marcantes sempre estarão em nossa memória.

Nascido em 11 de outubro de 1949, Mario deixa a esposa Luciana, os filhos Daniel e Diana, quatro netos, a mãe de 102 anos, dona Zilda, e em todos nós muita saudade…

Fotos: ABF/Divulgação