Franchising do Rio apresenta recuperação e fatura cerca de R$4 bilhões no 2º Tri de 2021

mercado do Rio Franquias

O setor de franquias apresentou recuperação no 2º trimestre deste ano, mantendo assim sua trajetória rumo a níveis pré-pandemia, indica a Pesquisa Trimestral de Desempenho realizada pela ABF – Associação Brasileira de Franchising. Segundo o estudo, feito em parceria com a empresa de pesquisas AGP, o faturamento no 2º tri chegou a R$ 41,140 bilhões de abril a junho deste ano. A variação foi de -35,7% de 2019 para 2020 e de +48,4% para 2021. A receita do franchising mostra, portanto, recuperação significativa no trimestre pesquisado, quando comparado ao ápice dos efeitos da pandemia (em 2020).

No Rio de Janeiro, o cenário é semelhante e aponta um crescimento de 55,3% no faturamento geral, com mais de R$ 3,9 bilhões de receita no período. Bem superior à variação do ano passado, frente a 2019, que foi de -39%.   Já em número de unidades, o mercado fluminense expandiu 8,8%, totalizando 15.682 operações.

Para o presidente da ABF Rio, Beto Filho, “esse cenário de crescimento se dá pelo empenho das redes em adaptarem seus processos ao novo cenário, enxugando os custos e remodelando os negócios. O mercado de todo o estado fluminense de franquias, desde o ano passado, refletiu a reação do setor no Brasil. O avanço da imunização da população e a flexibilização alavancaram a reabertura das unidades e com isso houve o reaquecimento dos negócios”, afirma o executivo.

A pesquisa da ABF aponta alguns segmentos que se destacaram no Rio de Janeiro no 2º trimestre analisado frente a igual período de 2020. Os mais impactados pela pandemia, Entretenimento e Lazer, e Hotelaria e Turismo começaram sua recuperação nos meses pesquisados, com variações positivas de 881% e 547%, respectivamente, aproximando-se do desempenho verificado antes da Covid-19. Ambos foram beneficiados por medidas como a reabertura das atividades econômicas não essenciais e o avanço da vacinação, além de forte demanda reprimida. É importante ressaltar, porém, que esse resultado foi conseguido em relação a uma base muito deprimida no 2º tri de 2020.

Em relação aos empregos, de acordo com a pesquisa, o setor fluminense gerou mais de 127 mil vagas diretas nos meses de abril, maio e junho. O resultado foi similar ao registrado no mesmo período do ano passado, mesmo com o cenário de fechamento parcial das unidades.

O Rio de Janeiro é o 2º estado do País em número de unidades, ficando atrás apenas de São Paulo. A maioria dos pontos atua nos mercados de Alimentação Food Service (23,2%), Serviços e Outros Negócios (18,4%) e Saúde, Beleza e Bem-Estar (16%), o que demonstra a diversidade e versatilidade do franchising fluminense.

Retomada Expo Franchising presencial

Baseando-se nesses números positivos, confiante e incentivando a retomada da economia no País, a Associação Brasileira de Franchising Seccional Rio de Janeiro (ABF Rio) confirma para os dias 11 a 13 de novembro a 14ª edição da Expo Franchising ABF Rio, presencialmente, no Centro de Convenções SulAmérica. Reconhecida como uma das principais feiras de franquias da América Latina, a Expo ABF Rio terá diversas oportunidades de negócios, tanto para quem deseja começar a empreender quanto para investidores que queiram ampliar seus negócios.

Os interessados terão acesso a cerca de 300 marcas com opções variadas de investimento, desde menos de R$ 10 mil a até mais de R$ 1 milhão. Com a ênfase no conceito de salão de negócios presencial, a expectativa da organização é movimentar R$ 100 milhões em transações comerciais e receber 22 mil visitantes.

“Temos uma demanda reprimida que quer investir. O mercado está reagindo e está animado com a retomada da economia.  Teremos diversas novidades positivas para os visitantes, com modelos de negócios diferenciados para todos os perfis. Somos a única edição física oficial do sistema de franquias no Brasil em 2021, temos uma grande responsabilidade”, destaca o presidente Beto Filho.