Lições e visões do empreendedorismo feminino no Webinar ABF

Empreendedorismo feminino
Carla Sarni e Luiza Trajano com André Friedheim durante o Webinar ABF: empreendedorismo feminino em alta

21/09/2021

Carla Sarni e Luiza Trajano falaram de suas trajetórias, desafios e conquistas.

“Empreendedorismo feminino: desafios, conquistas e realizações”: o tema do Webinar ABF realizado nessa terça-feira (21/9) não poderia ser mais adequado para as duas convidadas: Carla Sarni, CEO do Grupo Salus e fundadora da rede Sorridents, e Luiza Trajano, presidente do Conselho do Magazine Luiza e do grupo Mulheres do Brasil. Amigas, as empresárias participaram pela primeira vez de uma live juntas.

Ambas as empreendedoras são vendedoras natas. Carla, dentista, começou como vendedora de joias para sua tia. Luiza, aos 12 anos, fez suas primeiras vendas no magazine também de sua tia e se apaixonou pela função.

Eleita recentemente pela revista Time uma das 100 personalidades mais influentes do mundo em 2021, Luiza disse com humildade: “Nunca quis ter e nunca quis ser isso ou aquilo (…) As coisas na minha vida vão acontecendo”.

Também recentemente entrou em cartaz o filme “A força de um sorriso”, que narra a trajetória de vida de Carla, e mostra como a estudante de Odontologia conhecida na faculdade como “camelô” por vender até água para pagar seu curso fundou uma das mais conceituadas redes de clínicas odontológicas do mundo.

“Acho que uma das minhas maiores competências é transformar problemas em oportunidades”, disse Carla.

Na década de 90, Carla atravessou uma série crise financeira. “Acho que chorei uns 15 dias”, contou. No entanto, determinada, pensou: “Ou eu ia pra frente ou eu não tinha alternativa”.

Carla lembrou de uma frase dita por Luiza na ocasião de um almoço na sede do Magazine, que mudou sua trajetória de vida, num momento em que, segundo a própria Carla, ela estava quebrada financeiramente: “Não se preocupe em ser a maior, preocupe-se em ser a melhor”.

Luiza também recordou desafios do início de sua vida empreendedora: “Nunca paguei nada atrasado, não tinha capital de giro e falavam que eu iria quebrar”. “Ser honesto, pagar os outros não é nenhuma virtude, é uma obrigação, é [algo] muito sério”, disse.

Ainda de acordo com Luiza, “tem que subir degrau por degrau. Você pode ter a sua velocidade, mas subir degrau por degrau é muito importante”.

Como mensagem final aos franqueadores, Carla disse: “Trate o seu franqueado da mesma forma que você gostaria de ser tratado”.

Luiza defendeu a união do País e a empatia: “Vamos unir, vamos tirar o debate… Estamos cansados… Se o país não for bem, nós também não vamos bem. Convido a serem líderes cidadãos (…). Vamos ter amor a si mesmo, amor ao outro e amor ao País”.

Imagem: ABF/Reprodução