De olho nos produtos da marca Brasil

Jornal O DIA – Aurélio Gimenez – 22/01
 
Alimentos, bebidas e produtos de beleza brasileiros vão ganhar a atenção dos consumidores de diversos países com a Copa do Mundo este ano. A Inglaterra, por exemplo, tem curiosidade especial pelo pão de queijo, assim como o guaraná e as cervejas nacionais. Os casos são apostas da pesquisa anual sobre o consumo britânico da consultoria Mintel. Para os analistas, a Copa do Mundo vai beneficiar tudo o que levar a marca ‘Brasil’. Nesse sentido, destacam-se também o mate orgânico e o açaí.

Míriam Frota, da Ambev, responsável pela Fazenda Santa Helena, em Maués, no interior da Amazônia, destaca os investimentos para o aumento da produção do guaraná a fim de atender a alta da demanda no país e no exterior.

Torcedores de outros países vão se apaixonar por produtos brasileiros

Segundo estudo da consultoria britânica Mintel, o Mundial da Fifa vai fazer o planeta se apaixonar pelas coisas brasileiras. Na vitrine dos produtos tupiniquins haverá de tudo um pouco: comida, moda e beleza. A consultoria informou que existe crescimento da comercialização do pão de queijo em parte do varejo britânico. De acordo com a pesquisa, o alimento tem “potencial para decolar” em 2014. A maior cadeia de supermercados do Reino Unido, a Tesco, já vende a mistura do pão de queijo em parte da rede.

Aqui no Brasil, o diretor de Franquias da Casa do Pão de Queijo, Ricardo Bertucci, principal rede nacional do típico produto mineiro, diz que para este ano o plano de expansão prevê 30 novas lojas, boa parte delas em aeroportos. “Estamos entrando nos terminais que passaram para concessionárias com 10 lojas próprias. Queremos explorar a brasilidade do produto nestes pontos”, diz Bertucci.

Segundo ele, a rede possui 450 unidades no país, sendo 50 no Estado do Rio. Para 2014, mais cinco lojas devem ser abertas na Cidade Maravilhosa. A franquia tem preço início médio que varia entre R$ 150 mil e R$ 250 mil, fora o ponto comercial. O diretor diz que a marca já estuda um modelo menor para atender os pequenos empreendedores, com custo de entorno de R$ 80 mil.

Já a Rei do Mate também prevê seis novas unidades no Rio e apresenta novos produtos como o Giga Açaí e o Ginger Mate, explorando dois alimentos tipicamente nacionais em suas lojas.

Salgadinhos viram moda

Especializada em cozinhas gourmet, a rede Coxinha Du Chef quer abrir franquias agora também em comunidades. “Nosso negócio dá certo quando nossos produtos ficam cada vez mais próximos das pessoas que querem qualidade e preço baixo. E é exatamente nesses lugares que os franqueados faturam mais”, conta Renato Iarussi, sócio da empresa.
 
Já a Salgado Mania aposta em franquias móveis, ou seja, carros adaptados em formato de lanchonete. “O franqueado pode trabalhar 24 horas por dia, em diferentes regiões e sem a necessidade de pagar aluguel”, destaca o sócio Gustavo Ely Chehara.

GIGAÇAÍ
 
O lançamento do Rei do Mate chega às lojas em maio. Trata-se de um copo grande de açaí com camadas de leite condensado, cobertura, granola, paçoca e uma barra de cereal.

AÇAÍ NO PONTO
 
A rede vem testando combinações do açaí com porções de frutas que serão implementadas em breve.