05/11 Brasil foi sede de mais uma reunião do WFC

O mercado mundial de franquias se mostrou extremamente saudável e já prevê o crescimento para 2010, reportado pelas delegações estrangeiras presentes na reunião do Conselho Mundial de Franquias (WFC), realizada na Ilha de Comandatuba, na Bahia nos dias 3 e 4 de novembro. Ricardo Camargo e Luis Henrique do Amaral, diretores da ABF, que fazem parte da secretaria geral do Conselho, participaram do encontro que ocorreu pela segunda vez no Brasil.

Os países que participaram da reunião demonstraram a força do sistema de franchising em seus mercados e como os negócios de franquias foram efetivos para lidar com o declínio em suas economias, e, em muitos casos, desafiando as tendências globais.

Muitos desses países apresentaram uma recuperação do faturamento e da lucratividade em 2009, a despeito da crise financeira global. Enquanto alguns mercados experimentaram alguma contração, a maioria dos países da Europa, Ásia e Américas obtiveram resultados melhores do que o esperado, além de demonstrarem um forte otimismo para 2010.

A reunião também avançou de forma significativa em relação ao papel do WFC no desenvolvimento dos negócios globais. A organização pretende adotar uma regra mais pró-ativa para o fortalecimento do franchising em 2010 e, especialmente, apoiar o desenvolvimento das nações. Para o Presidente da ABF Ricardo Bomeny, a reunião foi um grande sucesso. `Foi muito motivador ouvir os testemunhos dos países presentes sobre o sistema de franquias em suas regiões, bem como compartilhar o otimismo sobre o futuro apresentado pelas delegações`, declarou.

Na atual trajetória de crescimento, a nação anfitriã, Brasil, espera fechar o ano de 2009 com um crescimento de 14,5%, considerando o faturamento do franchising nacional – de R$ 55 bilhões ao final de 2008 para R$ 63 bi em 2009. O Brasil também espera ter um crescimento de 6% no que tange ao número de unidades (72.000 ao final do último ano e 76.000 em 2009).

A Austrália também relatou um forte crescimento nos negócios de franquias, com o número de sistemas em operação crescendo mais de 10% nos últimos 12 meses, assim como a recuperação da lucratividade em muitos segmentos do mercado.

`A reunião também foi muito construtiva porque avançamos muito em relação ao futuro do WFC e seu papel de promover o crescimento de um franchising ético em nível mundial`, concluiu Bomeny.

Sobre o WFC

O World Franchise Council é composto por 41 países dos 5 continentes que representam o setor de franchising em suas respectivas nações. Juntos somam 30.500 marcas e mais de 2,5 milhões de unidades.

O modelo de franquias está crescendo fortemente em quase todas as regiões do globo – incluindo as economias em desenvolvimento da Ásia Central, Leste Europeu e América do Sul – todos representados no WFC.

Estiveram presentes no encontro representantes do Brasil, EUA, Canadá, França, Itália, Portugal, Hungria, Alemanha, Inglaterra, Egito, Austrália, Nova Zelândia e União Européia. O destaque foi a adesão do Equador como novo país membro da entidade.

Redação DFREIRE