Setor de franquias em Santos cresce 21,1% em 2014, segundo levantamento

A Tribuna – Santos – Lucas Krempel – 04/03
 
O setor de franquias em Santos saltou de 304 para 368 unidades (restaurantes/lojas) em 2014, uma alta de 21,1% na comparação com 2013. O resultado coloca a Cidade em evidência na comparação com o restante do País, que cresceu, em média, 7,7% no ano passado, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

O resultado coloca Santos na 12ª posição no ranking estadual, uma acima na comparação com 2013. A participação da Cidade no segmento de franquias em São Paulo é de 1,3%. As mais próximas na tabela são Barueri (380) e Osasco (377). São Paulo (12.091), Campinas (1.238) e Ribeirão Preto (558) são as três primeiras.

“Os franqueados de Santos esqueceram a crise econômica, arregaçaram as mangas e foram trabalhar. O resultado é muito significativo e está bastante acima da média nacional”, comenta o diretor Regional Interior de São Paulo da ABF, Filipe Sisson.

Alimentação segue como o segmento com maior participação entre as franquias de Santos, segundo a ABF

Alimentação segue como o segmento com maior participação entre as franquias de Santos. O setor representa 27,4% do total. “É natural esse resultado em todo o Brasil. Esse é um segmento mais maduro e antigo. As redes de fast food norte-americanas impulsionam”, explica Sisson.

Completam o ranking por segmentos em Santos: Esporte, Saúde, Beleza e Lazer (13,9%), Negócios, Serviços e Outros Varejos (13%), Educação e Treinamento (11,1%), Acessórios Pessoais e Calçados (7,6%), Vestuário (6%), Casa e Construção (5,7%), Limpeza e Conservação (5,4%), Veículos (5,2%), Hotelaria e Turismo (3,5%) e Comunicação, Informática e Eletrônicos (1,1%).

Três estabelecimentos comerciais com matriz em Santos se destacam entre as franquias locais, segundo a ABF: Let’s Wok, Sabor em Dobro e Saluá Esfihas. O Let’s Wok abriu seu primeiro restaurante há cinco anos e há dois anos e meio abriu para franquias. Até o momento, conta com quatro pontos além da matriz: São José dos Campos, Taubaté, Brasília e uma segunda unidade em Santos (Rua Cunha Moreira, 271). Rio de Janeiro e São Paulo devem ser os próximos locais.

“Nosso objetivo é uma fusão com uma holding de investimentos para acelerar nossa expansão pelo Brasil”, explica o sócio-proprietário do Let’s Wok, João Luis Gomes.

Apesar do cenário econômico desfavorável, Gomes acredita na possibilidade de manter o crescimento em 2015. “Trabalhamos com produtos diferentes. É difícil encontrar restaurantes de franquias com superalimentos, quinoa, colágeno entre outros”, argumenta o empresário.

O investimento total para a abertura de um restaurante da bandeira Let’s Wok varia entre R$ 295 mil e R$ 370 mil, incluindo instalação, taxa de franquia e capital de giro. O retorno para o valor investido vai de 19 a 36 meses. O faturamento médio mensal é de R$ 100 mil.