Setor de franchising deve faturar R$ 117 bilhões nesse ano

Portal Estadão PME – Redação – 11/11
O setor de franchising deve crescer 14% em 2013 e alcançar um faturamento de R$ 117 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). A associação informa que o ambiente econômico foi bastante instável nesse ano, mas o setor manteve seu ritmo de crescimento acima dos 10%, devido a inaugurações e poder de compra da população, que se manteve no período.
Para o próximo ano, as projeções da ABF são otimistas. A associação calcula que o faturamento do setor deva ter um crescimento de 13%, com um incremento de 9% em inaugurações e 8% de novas marcas. “O ritmo de abertura de lojas será menor, pois neste ano já houve postergação de inauguração de nove shoppings centers. Para o ano que vem, a previsão é de 40 novos shopping centers no País”, afirma Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF.
O número de marcas deverá crescer 8% em 2014. “Nos anos anteriores, vivenciamos o boom das microfranquias, agora, essas redes estão em fase de estruturação e não imaginamos que haja tanto espaço para novas marcas”, completa Camargo.
Hoje, o Brasil está em 3º lugar em número de marcas de franquias, de acordo com o ranking mundial do World Franchise Council, informa a ABF. Mesmo com a procura contínua de marcas estrangeiras pelo Brasil, mais de 90% das redes que operam no País são nacionais.
Há uma expectativa que em 2014 de 30 a 40 marcas estrangeiras desembarquem em território nacional, de acordo com a ABF. Hoje são 168 redes no total. Por outro lado, a associação renovou o acordo com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e continua incentivando as marcas brasileiras a iniciarem o processo de internacionalização. Atualmente, 120 marcas atuam no exterior e em 2014 esse número deverá chegar a 140.
“O momento da internacionalização é outro. O foco agora é aumentar o número de unidades das marcas que já atuam fora do País”, conclui Camargo.
Série especial. No fim de outubro, o Estadão PME publicou uma série de cinco matérias sobre franquias com orientações de especialistas e dicas de redes que atuam no mercado. Entraram para a série: microfranquias e os setores de alimentação, bijuterias, escola de idiomas, beleza e saúde.