Mulheres se destacam no ramo de franquias

Jornal Folha de Pernambuco – Redação – 08/03
 
Mais de 65 mil mulheres comandam unidades em todo Brasil Os negócios gerenciados por elas dão excelentes resultados

No dia de hoje, dedicado às mulheres, elas costumam ser lembradas pelas suas diversas qualidades e conquistas. No setor econômico não é diferente. No segmento de franquias, que vem crescendo dois dígitos nos últimos dez anos, elas têm um peso significativo. Segundo pesquisa da consultoria Rizzo Franchise, mais de 65 mil mulheres estão no comando de franquias no País, o que representa 48% do total de franqueados brasileiros. A participação delas no mercado cresceu 6,9% em 2013. Mais do que isso, as unidades de franquia controladas por mulheres chegam a ter faturamento até 34% mais alto do que as comandadas por homens.
 
Os números impressionam e mostram um mercado promissor para as mulheres brasileiras que têm espírito empreendedor. De acordo com uma pesquisa feita pelo Sebrae, 57% das franquias no Brasil são operadas por mulheres. “Isso é uma tendência. Hoje, elas representam uma liderança significativa no franchising. Isso se deve à entrada da mulher no mercado de trabalho e as franquias são um sistema seguro, bem estruturado”, afirmou a presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Cristina Franco.
 
O estudo revelou, ainda, que mais de 500 mil mulheres se candidataram à compra de franquias em 2013. Segundo o levantamento, os setores mais procurados por elas são saúde e beleza, acessórios e fast food. Entre as 144 lojas do Mr. Mix, franquia de milkshakes, por exemplo, 49 são dirigidas por mulheres. Já na rede Restaura Jeans, elas são 65% do total de franqueados. “São segmentos em que elas são as principais consumidoras. Mas elas permeiam todos os campos”, ponderou Cristina.

A afinidade com o tema foi um dos motivos que levaram a empresária Carolina da Fonte, 37 anos, a optar pela abertura de uma unidade do Instituto Embelleze, há oito anos. Entre as franquias da rede, aliás, 55% são comandadas por mulheres. A loja, localizada no Centro do Recife, vem apresentando bons números para Carolina. “Já temos 800 alunos ativos – em sua maioria, mulheres – e dobramos o faturamento nos últimos dois anos”, comemorou.