Gestão logística é diferencial entre franquias alimentícias

Gestão logística é diferencial entre franquias alimentícias - Profissionalização e diminuição do custo com tributos e fretes estão entre os benefícios

Profissionalização e diminuição do custo com tributos e fretes estão entre os benefícios de quem investe na gestão de estoques e fornecedores

Atuar no franchising é desafiador. Ainda há muito espaço no Brasil para crescer, mas existe um caminho a ser percorrido pelos empresários que atuam no sistema de franquias quanto à condução dos processos para manter a rede competitiva face às intempéries do ambiente econômico e das políticas do governo.

O setor cresceu e continuará crescendo – segundo informações da ABF, a expectativa é que o faturamento da área de franquias cresça entre 7,5% e 9% em 2015. Porém, a consolidação vai depender de algumas trilhas ligadas à gestão, liderança e capacitação, que precisam ser percorridas por todos.

Entre os fatores determinantes está o desenvolvimento dos sistemas de gerenciamento de fornecedores, controle de estoques e logística para as unidades franqueadas. A profissionalização dessas atividades gera eficiência e reduz custos com tributos e fretes, diminuindo custos para o franqueado.

Para suprir essa demanda, redes de franquias alimentícias têm recorrido a empresas especializadas. Para os executivos do setor, a iniciativa otimiza a relação entre franqueados e seus diversos fornecedores.

A rede de franquias Big X Picanha, por exemplo, adotou a prática há dois anos. Desde então, a empresa W Food Service é responsável pela cadeia de suprimentos da rede de franquias Big X Picanha, mediando o relacionamento das unidades com os fornecedores homologados, com atuação na compra, revenda ou gestão das vendas diretas. A WFS armazena, controla estoque e pedidos, e realiza as entregas para todos os franqueados. “Nós tínhamos a estrutura logística e o Big X Picanha tinha a necessidade de padronizar a franquia com serviços especializados. Listamos e cadastramos todos os fornecedores e hoje cuidamos do abastecimento das 48 lojas da rede”, explica o diretor da W Food Service, Pedro Toledo.

O modelo garante a realização de pedidos customizados, entrega em dia e segurança para franqueador e franqueado. Ao final de cada mês são gerados relatórios para monitoramento dos serviços.

A adoção do novo modelo contribui para o crescimento da rede, que com esta gestão, otimiza a cadeia de suprimentos e pode expandir com segurança sua atuação para todo o território nacional e com custos menores. Ao assumir a cadeia de suprimentos, a WFS permite que os profissionais da Big X Picanha direcionem seus esforços para outras áreas do próprio negócio.

“Um dos pontos fundamentais para a expansão da rede Big X Picanha é a estrutura logística utilizada para as lojas, um conceito inovador para o mercado de franquias desenvolvido em parceria com a W Food Service. Esse suporte não é encontrado em empresas do mesmo porte e é extremamente importante para o sucesso da operação. Trabalhamos com compras e recebimentos centralizados, gerando economia com funcionários, desburocratização dos trabalhos administrativos e controles, pois o franqueado entra em um único portal, consegue fazer todos os seus pedidos lá e ainda recebe as mercadorias todas de uma vez. O franqueado ganha em economia de tempo e dinheiro e o franqueador consegue organizar a operação e controlar a padronização de insumos para todas as lojas”, revela Filipe Rizzo, diretor comercial da rede Big X Picanha

Entenda –  Funciona assim: uma vez contratada, a W Food Service passa a ficar responsável por estocar e distribuir os diversos itens necessários para cada franquia. A vantagem, para o franqueador, é que todas as unidades serão abastecidas apenas com produtos homologados, garantindo o controle de qualidade. Para os franqueados, os maiores benefícios são a praticidade de compra via sistema e a possibilidade de fazer pedidos em menores quantidades, sem ter que pagar preços mais altos por isso.

O empresário Pedro Toledo, proprietário da W Food Service,  conta que a empresa, que tem quatro anos de operação, nasceu da própria demanda do mercado por serviços especializados. “Em contato com alguns franqueadores, eles nos apontaram essa necessidade. Iniciamos o trabalho com uma rede de franquias da área de alimentação, como projeto piloto, e hoje atendemos a diversas marcas do setor, cada uma com sua própria rede de fornecedores, que são credenciados e contatados por nós”, conta Pedro Toledo, sócio proprietário . “O feedback dos franqueados tem sido bastante positivo, pois a solução levou praticidade para eles. Todas as operações são realizadas online, via software exclusivo da W Food Service, de interface simples e de alta eficácia. Por fim, o novo processo conduz a franqueados engajados e rentabilizados, ou seja, o desejo de todo franqueador”, avalia.

A W Food Service tem como foco redes, de todos os tamanhos, desde que dentro do segmento de alimentação – uma área que, por sinal, mostra-se promissora no cenário nacional. O segmento é o segundo que mais fatura com franquias no país, com 20,1%, atrás apenas do setor de serviços. Já nos shoppings brasileiros, a alimentação é o setor que tem maior participação de franquias: 57% dos pontos de venda desse ramo nos centros de compra são franqueados, segundo dados divulgados pela ABF.

W Food Service:
www.wfoodservice.com.br – (19) 3881-1627
Informações para a Imprensa:
Fonte Comunicação: (19) 3794-8902
Roberta Pelaquim (19) 9.8885-1710 – [email protected]
Luciana Ramos (19) 9.8180-8430 – [email protected]
Emília Zampieri (19) 9.9690-2823 – [email protected]