Estacionamento em Alta

Jornal Brasil Econômico – 17/03 – Érica Ribeiro 
 
Com um faturamento de R$ 450 milhões em 2013, o segmento de franquias de estacionamentos tem um bom caminho para crescer, inclusive para cidades do interior, onde indústrias e condomínios residenciais e comerciais se desenvolvem. Para o diretor executivo da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Ricardo Camargo, uma tendência é a expansão de franquias em prédios comerciais. “Normalmente, empreendimentos de grande porte que possuem um estacionamento buscam administradores para esse tipo de atividade. Vemos muito isso em São Paulo e em outros estados. No caso das cidades do interior, o movimento também tende a crescer. Por enquanto, temos empresas como Multipark, Patropi, Autopark, Ultrapark e Estapar entre as companhias que trabalham com franquias, com 1.233 unidades no país. Mas, em breve, veremos novas empresas entrando nesse mercado”, afirma Camargo. Para ele, a falta de terrenos é um dos entraves para que mais estacionamentos sejam criados. A ABF, diz o executivo, tem trabalhado junto a supermercados para abrir possibilidades de administração de estacionamentos franqueados em estabelecimentos desse tipo. A Multipark, hoje com 173 franquias em onze estados brasileiros e 40 franqueados, reforça a afirmação de que a carência de terrenos acaba impedindo a maior expansão do mercado. O aumento da frota, que teve um salto de 85% nos últimos dez anos segundo o Denatran, e a necessidade de mais vagas de estacionamento no país são mais um incentivo.