Encontro apresenta oportunidades de negócios no Peru

A ABF realizou em parceria com a Embaixada do Peru e a Apex-Brasil, um encontro para apresentar o mercado de franquias do país e as oportunidades de negócio para os franqueadores interessados em expandir na América do Sul.

O gerente de relacionamento da ABF, Rogério Feijó, abriu o evento e compartilhou com os participantes as experiências e avaliações feitas pela entidade durante as missões de prospecção ao Peru, realizadas pela ABF em parceria com a APEX Brasil em 2007 e 2011. Segundo ele, o país tem evoluído bastante no campo do franchising, e possui um grande potencial para os investidores brasileiros.

Parceria Embaixada do Peru e a Apex-Brasil

Antonio Castillo, da Embaixada do Peru, apresentou as oportunidades de investimento da região e um resumo da economia do país, que tem forte atuação na área de turismo e hotelaria, mineração, energia, petroquímica, entre outras. Na área comercial e varejo, segundo ele, espera-se a abertura de 10 a 12 shoppings em 2012, o que representa uma excelente chance para o mercado de franquias se expandir. `Temos muito interesse em nos aproximar do Brasil e atrair as franquias brasileiras, bem como aprender com vocês, que já estão bem mais avançados`, afirmou.

Parceria Embaixada do Peru e a Apex-Brasil

O consultor Luis Kiser, da Front Consulting, falou sobre o desempenho do mercado peruano, que teve um `boom` nos anos 90 e tem se desenvolvido ainda mais nos últimos anos. Segundo ele, atualmente o Peru conta com 266 redes de franquias, sendo 60% de origem estrangeira. O Brasil já está presente no país com 10 marcas, enquanto o Peru conta com duas marcas em terras brasileiras.

Parceria Embaixada do Peru e a Apex-Brasil

O empresário Hugo Cabrera (Peru-Brasil Business Development Networking) contou um pouco de sua experiência como máster-franqueado da rede de frozen yogurt Zebra Zero, implantada na capital Lima em outubro de 2011, em parceria com um sócio peruano. Para ele, as principais vantagens do mercado do Peru são: o custo de vida baixo, mercado aberto, livre comércio, facilidade para fazer negócios e a proximidade com a cultura brasileira. `Acredito que a chave do sucesso é encontrar um bom parceiro local`, ressaltou. Cabrera afirmou ainda que apesar das boas oportunidades e excelente integração entre os países é essencial traçar um bom plano de negócio.

Por último, André Friedheim, sócio-diretor da Francap, deu algumas dicas para os empresários interessados em internacionalizar suas redes de franquia. Ele apresentou as melhores formas de se fazer esse processo e suas vantagens e desvantagens. De acordo com Friedheim, o principal ponto para ter uma operação internacional bem sucedida é escolher o parceiro certo: alguém que conheça o mercado, que tenha integridade, flexibilidade, lealdade, capacidade de investimento, experiência, conhecimento da cultura e dos sistemas legais e educacionais do país, gestão profissional e comprometimento com os resultados. `É importante desmistificar a questão da internacionalização. Se feita com cuidado e planejamento é uma ótima oportunidade`, destacou o consultor.

Parceria Embaixada do Peru e a Apex-Brasil

O diretor executivo da ABF, Ricardo Camargo, encerrou o evento ressaltando a série de vantagens do mercado peruano para as franquias brasileiras e o apoio da entidade em levar as marcas locais às cidades da região. A ABF disponibiliza em sua biblioteca estudos de mercado tanto do Peru, como de outros países da América do Sul aos interessados em expandir seus negócios.