Divino Fogão faz uso racional de água e energia

Marca incorporou importantes ações no dia a dia da rede para evitar o desperdício de água e reduzir o consumo de energia

Com a falta de chuvas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, os níveis de água nos principais reservatórios do País estão cada vez menores. Por conta disso, em muitos municípios brasileiros o racionamento de água é uma realidade.

Atenta à questão da sustentabilidade, a rede de restaurantes Divino Fogão, que conta atualmente com 180 lojas em todas as regiões do País, vem investindo em algumas iniciativas para ampliar a economia de água e de energia.

Para evitar o desperdício, o Divino Fogão decidiu incorporar em suas lojas a torneira de pedal, que só libera a água quando o equipamento é acionado. O projeto teve início em 2011, na loja de Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, e foi se estendendo para as demais lojas da rede.

“Na loja de Caraguatatuba conseguimos baixar o consumo para 30% com a utilização da torneira de pedal. Nas lojas próprias da rede, após a implementação do material, a economia no consumo de água variou de 20% a 30%”, explicou Emiliano Oliveira da Silva, diretor de operações do Divino Fogão.

Segundo o executivo, as torneiras estão sendo substituída gradualmente. As novas lojas já são inauguradas com a torneira de pedal. “As empresas já estavam se conscientizando da importância de desenvolver iniciativas mais sustentáveis de preservação do meio ambiente. A crise hídrica acabou acelerando esse processo”, comenta Emiliano.

O Divino Fogão também é responsável por outra iniciativa na redução no consumo de água. Há cinco anos, a rede utiliza o redutor de pressão d’água dentro da tubulação. Os índices variam de acordo com a loja, podendo atingir uma redução de 3% a 8%.

Outras ações sustentáveis

Além da preocupação com a falta d’ água, o Divino Fogão também investe na redução do consumo de energia elétrica. Em 2013, a rede iniciou os testes com lâmpadas de LED. No ano passado, as lâmpadas convencionais começaram a ser substituídas.

“Todas as novas lojas são inauguradas obrigatoriamente com lâmpadas de LED. Em casos de reforma, que contam com a participação das arquitetas da rede, também é obrigatória a utilização do LED”, explica Emiliano.

De acordo com o diretor de operações do Divino Fogão, houve uma economia de até 50%, após a substituição da lâmpada tradicional pela lâmpada de LED. Isso equivale de 11% a 14% do total da conta de energia.“Com o uso da torneira de pedal e das lâmpadas de LED, o Divino está em busca permanente de novos equipamentos para o consumo consciente de água e energia”, finaliza.

Receita para fazer parte da família Divino Fogão:

Nome da franquia: Divino Fogão
Segmento que atua: Fast Food
Ano de fundação da empresa: 1984
Ano de início no sistema de franquias: 1994
Número de unidades em funcionamento no Brasil: 180
Investimento inicial: R$ 600 mil
Taxa de franquia: R$ 100 mil
Capital de giro: R$ 30 mil
Royalties: 4% a 6% sobre o faturamento mensal
Taxa de publicidade: 0,7%
Área mínima: 52 m2
Nº de funcionários: 18 funcionários por unidade, em média
Faturamento bruto: R$ 190 mil
Lucro líquido: em torno de 15% a 18%
Prazo de retorno: 36 meses
Prazo de contrato: (5 anos)
Telefone: (11) 3811-1560
Site: www.divinofogao.com.br
Contato: [email protected]