CVC aposta na “conversão” de agências de turismo para ganhar franquias

Portal PEGN – 18/09 – Redação
 
Em dezembro do ano passado, a operadora de viagens CVC entrou no mercado de franquias. Agora, a empresa começa mais uma etapa em seu plano de expansão: a busca por agências de turismo, parceiras ou não da CVC, que queiram se transformar em uma franquia exclusiva da operadora.
 
Atualmente, a CVC tem 742 lojas exclusivas espalhadas pelo Brasil, além de outras oito mil agências credenciadas, que também vendem pacotes de viagem de outras empresas.
 
Em comunicado, Luiz Eduardo Falco, presidente da CVC, afirma que empresa quer abrir 70 novas unidades no país até o fim do ano e a “conversão” de proprietários de agências, com experiência no setor, é o plano de expansão mais oportuno.
 
Valter Patriani, superintendente de vendas, produtos e marketing, explica que o plano de expansão da CVC não vai prejudicar as agências que optarem por não se tornarem uma franquia. Ele diz que a qualidade do serviço vai ser exatamente igual para franqueados e parceiros multimarcas.
 
Uma facilidade para os agentes de viagens interessados em entrar na rede é não precisar buscar um ponto de venda, já que a nova loja ficaria no mesmo lugar do estabelecimento antigo. O investimento em uma franquia da CVC varia de R$ 50 mil a R$ 70 mil para uma loja de rua ou de R$ 70 mil a R$ 100 mil em shoppings. A marca não cobra royalties.