Home Notícias Carta da ABF para a ABRASCE e Administradoras de Shopping Centers

Carta da ABF para a ABRASCE e Administradoras de Shopping Centers

0

Segue carta que a ABF encaminhou para a ABRASCE  e Administradoras de Shopping Centers. Nela constam cinco importantes pontos em comum que foram compilados a partir de um levantamento feito com redes de diversos segmentos do franchising e também por meio das Comissões Setoriais da ABF. Esses pontos servirão de referência para que cada marca Franqueadora e seus Franqueados utilizem em suas negociações diretamente com os shopping centers.

São Paulo, 18 de março de 2020.

À
ABRASCE e Administradoras de Shopping Centers

 

Prezados senhores,

Como bem é de seu conhecimento, a Associação Brasileira de Franchising – ABF atua há mais de 33 anos protegendo e liderando o franchising brasileiro.

Ao longo de todo esse tempo, a entidade sempre promoveu e difundiu uma atividade empresarial comprometida, engajada e responsável e tem sido uma fonte de emprego e renda para diversas milhares de pessoas, tanto de forma direta, como indireta.

A ABF é um celeiro de histórias de sucesso de empresários que atuam todos os dias, como franqueadores e franqueados, em prol do crescimento de nosso País, passando pelos mais diferentes problemas e crises sucessivas.

Aliás, como bem sabem os senhores, o varejo vem enfrentando uma crise econômica das mais graves pelo menos nos últimos 6 anos, que deixou um contingente enorme de desempregados e reduziu profundamente a capacidade de consumo dos brasileiros.

Ocorre, porém, que mesmo diante deste cenário, as redes de franquias brasileiras têm sido excelentes parceiros dos shopping centers e representam cerca de 40% de suas lojas satélites.

Pois bem, é nesse cenário de crise econômica que começava, aos poucos, a dar sinais de recuperação, que todo o varejo e o franchising em particular foi novamente atingido, mas agora por uma crise global sem precedentes.

Não só o Brasil, mas todo o mundo, está enfrentando um inimigo invisível, que não respeita fronteiras e não tem qualquer tipo de limitação, colocando em risco a saúde de todas as pessoas, independentemente de sua idade, gênero, cor, credo ou classe social.

As operações franqueadas estão sendo impactadas diretamente pelas medidas que estão sendo adotadas nos últimos dias pelos governos locais e pelo governo federal que, notadamente, tem como norte a redução da possibilidade de contágio em massa da doença COVID-19.

As medidas que acertadamente visam a evitar que a Pandemia atinja seu pico, muito rapidamente em nosso País, e levem a nossa sociedade, em particular nosso sistema de saúde, a um colapso, têm como premissa retirar as pessoas de circulação e isso, em consequência, atinge em cheio o varejo e o franchising, que dependem da presença do consumidor no ponto de venda e/ou circulando em grandes centros comerciais.

Ora, por uma questão de responsabilidade cívica e humanitária, a ABF entendeu por bem apoiar essas medidas, em particular a que pretende reduzir o horário de funcionamento dos shoppings para o período das 12h às 20hs, mantendo os serviços de delivery, sem restrição de funcionamento, especialmente das operações de alimentação, além de supermercados, padarias, farmácias e serviços de saúde como  clínicas e laboratórios.

No entanto, essa medida isolada, no entender da ABF, não resolve a questão como um todo e é por isso que esta entidade vem solicitar à ABRASCE e às Administradoras de Shopping Centers que avalie e responda, com a urgência necessária, os pontos abaixo que representam os anseios de nossos associados:

  • Isenção de pagamento de aluguéis mínimos, de modo que as cobranças sejam feitas apenas em percentuais sobre o faturamento efetivo;
  • Isenção do pagamento do fundo de promoção;
  • Havendo redução dos horários de funcionamento, deve haver redução drástica das verbas condominiais;
  • Não cobrança do décimo terceiro aluguel para as operações de franquia neste ano; e
  • Não cobrança de taxas de transferências no corrente ano para operações de franquias

Estamos absolutamente certos de que o Brasil irá vencer mais esta crise. O momento é de união e contamos com a ABRASCE e as Administradoras de Shopping Centers para garantir a sobrevivência das operações franqueadas neste período de crise.

Sendo só para o momento,

Atenciosamente,

Abrasce