Após emenda das domésticas, redes abrem franquias de serviço de diarista

Portal G1 Economia PME – Gabriela Gasparin –– 15/06

Após a emenda constitucional das domésticas, que amplia os direitos dos empregados do ramo e pode aumentar os custos de contratação para as famílias, redes têm lançado nos últimos meses franquias para atender a demanda pela limpeza domiciliar. Duas delas, recém-lançadas, por exemplo, têm investimentos médio iniciais de R$ 34 mil e R$ 55 mil.

Uma delas é a Dr. Resolve, que lançou, em abril, a divisão Serviços de Diaristas, com investimento médio inicial de R$ 55 mil. A franquia oferece serviços de limpeza, passadeira, cozinheira, copeira e recrutamento e já possui 30 franqueados, de acordo com o diretor de expansão Odair Belentani. “Esperamos chegar a 100 franquias em dezembro”, disse.

Fundada há dois anos, a Dr. Resolve já atua no segmento de reparos e reformas, que tem hoje 550 franquias pelo país. A rede é uma das expositoras presentes na 22ª edição da ABF Franchising Expo, a maior feira do setor de franquias do mundo, que ocorre em São Paulo até sábado (15).

Outra opção é a Maria Brasileira, também para limpeza e cuidados domésticos, lançada em maio – a marca não está participando da feira da ABF. Já são 5 unidades no Brasil, uma própria e quatro franqueadas. O investimento inicial médio, nesse caso, é de R$ 34 mil.

A empresa oferece serviços como faxinas diárias e mensais, babás, cuidadores de idosos, motoristas, passadeiras, cozinheiras, lavadeiras e até jardineiros. A franquia tanto recruta a mão de obra para pessoas interessadas em contratar os domésticos como também faz a prestação de serviço para quem precisa apenas de tarefas domésticas pontuais.

Detalhes de investimento 
Para o interessado em ser franqueado, ambas as opções de franquia exigem baixo quadro de funcionários e espaço pequeno para o escritório (tendo em vista que a prestação de serviço do doméstico é terceirizada).

No caso da Dr. Resolve, o número de funcionários mínimo é de dois e a área máxima é de 60 metros quadrados. Apesar de a rede informar o investimento médio inicial total de R$ 55 mil, os valores de instalação e capital de giro variam por região, mas são em torno de R$ 25 mil cada, em média.  A taxa de franquia é de R$ 35 mil e os royalties (parcela paga sobre o faturamento) são de dois e meio salários mínimos. O faturamento médio mensal (estimado) é de R$ 48 mil (com lucratividade média mensal prevista de R$ 22 mil). O prazo de retorno do investimento previsto é de 12 meses.

Na Maria Brasileira a taxa de franquia em cidades com menos de 100 mil habitantes é de  R$ 12,5 mil. Em cidades com mais de 100 mil habitantes a taxa é de R$ 14,9 mil. O capital de giro inicial é de R$ 8 mil e os royalties cobrados são a partir de um salário mínimo. A área mínima para instalação é de 30 metros quadrados e o número de funcionário mínimo é o franqueado e mais dois. O faturamento médio mensal estimado fica entre R$ 20 mil e R$ 25 mil, com lucro líquido previsto de 30%. O prazo de retorno do investimento varia de 12 a 18 meses.

Redes já existentes 

Além das franquias recém-lançadas, contudo, outras empresas já atuavam no segmento de serviços domésticos.

Uma delas é a House Shine, no Brasil desde julho de 2012, especializada na prestação de serviços de limpeza em residências e imóveis comerciais que já conta com 118 unidades no país. Além da limpeza de residências e escritórios, a franquia oferece, também, limpeza pós-obras e pré-mudança e outros serviços adicionais.

Nesse caso, o investimento médio inicial total é de R$ 59,3 mil. A taxa de franquia é de R$ 32,5 mil, o capital de giro de R$ 17,5 mil. Os royalties cobrados por mês somam R$ 1.550. A área mínima exigida é de 20 metros quadrados. O faturamento bruto estimado é de R$ 80 mil, com lucro líquido previsto de 30%. O prazo de retorno do investimento é de 12 a 24 meses.
 
Desde 2011, a Mary Help Franchising também atua no ramo. A franquia trabalha com agenciamento de diaristas para serviços em residências e empresas, além da seleção de profissionais mensalistas, terceirização de mão de obra, faxina pós-obra e revenda de produtos para desodorização e aromatização de ambientes. Atualmente são 21 unidades em todas as regiões do país.

A empresa recomenda que a instalação seja feita em escritórios comerciais ou lojas de rua, em ponto comercial simples, com espaço de 40 a 80 metros quadrados.

No caso da Mary Help Franchising, o investimento inicial gira em torno de R$ 30 mil a 45 mil. O capital para instalação varia de R$ 10 mil a R$ 15 mil e a taxa de franquia, de R$ 15 mil a R$ 25 mil. O capital de giro inicial é de R$ 3 mil. Há ainda a taxa de marketing inicial no valor de R$ 2 mil. Os royalties mensais variam de de 1,25 a 3,25 salários mínimos. O número de funcionários por unidade é estimado entre 2 e 4.

A rede estima um faturamento médio mensal de R$ 40 a 80 mil, com lucratividade média mensal na faixa de 25%. O prazo de retorno do investimento é de 12 a 14 meses.