ABF realiza missão de prospecção e estudo de mercado no Canadá

Montreal-International-Andre-Hubert-2013

Entre os dias 11 e 20 de julho, a ABF, em parceria com a Apex-Brasil e no âmbito do projeto de exportação de franquias, desenvolveu uma missão de prospecção e estudo de mercado no Canadá. O objetivo dessa ação foi levantar informações sobre o mercado de franchising local e identificar oportunidades para as franquias brasileiras. As cidades estudadas foram Toronto, Montreal e Vancouver. Estiveram presentes na delegação da entidade Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF, Rogério Feijó, diretor de inteligência de mercado, Vanessa Fiabane, analista internacional e uma consultoria internacional.

O país apresenta grandes oportunidades para as marcas brasileiras, sobretudo das áreas de moda, serviços, beleza e saúde. Há uma forte presença de marcas americanas e europeias, contudo os conceitos brasileiros poderão se destacar por apresentarem diferenciais. Principalmente os shoppings centers, que estão em busca de novidades para compor o seu mix.

Toronto-Eaton-Center-2013

De uma maneira geral, os shopping centers não cobram luva e, os custos de ocupação, incluindo fundo de marketing, representam um percentual do faturamento. Para fazer parte do sistema de franchising canadense, é fundamental que a empresa se prepare para entrar no país, considerando as condições climáticas e características culturais. Algumas marcas fortes, sobretudo de origem americana, não obtiveram êxito no mercado canadense, porém aquelas que fizeram um bom trabalho de planejamento seguem exitosas neste mercado exigente.

O estudo resultante desta missão será disponibilizado aos associados da ABF. Confira abaixo um pouco mais sobre esta ação, as reuniões e os espaços visitados pelos executivos durante a missão.

Estudo de mercado na prática

Canadian-Franchise-Association-Lorraine-2013

A primeira parada da comitiva da ABF foi em Toronto, conhecida como centro econômico do país. Durante a estadia da ABF no país, foram realizadas diversas reuniões, dentre elas: na AIRD Bellis, escritório de advocacia especializado em franchising; Canadian Franchise Association – CFA, onde a equipe foi recebida pela Presidente Lorraine McLachlan. Com uma configuração muito similar a ABF e à IFA a CFA conta com 550 membros – cerca de 600 marcas associadas, que representam 50% do setor no país; eles organizam e promovem 4 feiras de franchising por ano: 2 em Toronto (Fevereiro e Outubro), 1 Montreal (Janeiro) e 1 em Vancouver (Novembro). Tendo como maior player do sistema uma marca canadense do segmento de alimentação, a Tim Hortons com mais de 3.000 lojas em todo país.

O sistema de franquias no Canadá é regulamentado por lei específica em 5 províncias: Alberta, Ontario, New Brunswick, Prince Edward Island and Manitoba. British Columbia já está com o processo em andamento para implantar a lei de franquias, as demais são regulamentadas pela Código Comum (Common Law), de origem Britânica, com exceção de Quebec que é regulamentado pelo Código Civil, conforme a França.

De acordo com Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF, que esteve presente no Canadá durante a missão, o mercado canadense é um país aberto ao mercado internacional e também influenciado ainda pelo mercado americano. “Durante os 10 dias que estivemos no Canadá visitamos a associação de franquias e pudemos perceber que o sistema de franchising canadense é muito ativo. Hoje há 1200 marcas de franquias em operação e mais de 80 mil pontos de vendas”, ressalta.

Também foi realizado um encontro com a CBRE, empresa do ramo imobiliário, onde a comitiva ABF obteve importantes informações sobre os custos de ocupação, principais regiões para negócios e projeções do crescimento para esse mercado. Os executivos visitaram o Eaton Centre Shopping Mall, um dos maiores e mais lucrativos shoppings do país, que está ranqueado entre os 10 maiores shoppings do mundo em número de visitantes (mais de 48 milhões de pessoas em 2012) e, por fim, o grupo visitou a rede canadense do ramo da educação Tutor Doctor.

Canada-Formula-Indy-Apex-Brasil-2013

Em conjunto com essas atividades, a ABF também participou do projeto comprador da Apex-Brasil Formula Indy, entre os dias 13 e 14 de julho, onde convidados internacionais e membros da ABF puderam ver e utilizar a excelente estrutura da agência montada para o evento, aproveitando essa grande oportunidade de networking entre executivos dos dois países.

Visita à Quebec
O grupo também visitou Montreal, na província de Quebec, onde se notou a grande influência da língua e da cultura francesa. Com uma arquitetura mais europeia e histórica, a cidade é palco de muitos festivais de cinema e música.

Em Montreal a comitiva conheceu o conselho de franquias do Quebec (Quebec Franchise Council), que conta com cerca de 150 membros, enquanto o sistema possui 300 marcas, sendo 100 delas de origem estrangeira. Além da empresa de fomento de investimentos para a Província, Montreal International, que apresentou ao grupo diversas informações sobre os aspectos econômicos e geográficos que atraem investimentos para aquela região.

Aird-Berlis-Edward-2013

O ultimo compromisso na província foi em Vancouver, localizada na província de British Columbia, a mais inglesa das províncias canadenses, que tem como grandes forças econômicas o turismo e a agricultura. É reconhecida por ser um polo educacional que atrai estudantes de várias partes do mundo, incluindo muitos vindos do Brasil. Uma região com cultura e ritmo únicos, onde a qualidade de vida vem em primeiro lugar.

Parker-Associates-Patrick-Parker-2013

Na tradicional firma de advogados, Parker and Associates,o grupo foi recepcionado pelo presidente Patrick E. Parker,grande especialista do franchising em British Columbia, que tem em seu currículo a implantação das operações do McDonald’s no Canadá e também de  grandes marcas do segmento da alimentação canadenses como as redes de restaurantes The KEG e White Spot. Houve uma visita ao Pacific Central Mall, um empreendimento que visa as classes A e B com marcas consagradas do varejo mundial e que está passando por uma grande ampliação. Além de uma reunião com o conselho de varejo do Canadá (Retail Council of Canada), onde foram obtidas informações sobre as especificidades do mercado do varejo em British Columbia.