ABF promove ação de benchmarking em Miami

Representantes da ABF, Vanessa Fiabane e Ricardo Camargo (à esq.) e grupo de executivos visitaram franquias brasileiras e reuniram-se no Consulado Geral em Miami

A ABF levou um grupo de empresários do franchising à Miami de 9 a 13 de novembro, em uma ação de benchmarking para conhecerem mais sobre os conceitos brasileiros que estão fazendo sucesso no maior mercado de franquias do mundo, os Estados Unidos (EUA). Conduzida por Ricardo Camargo, diretor executivo da entidade, a comitiva contou com representantes das empresas Mini Kalzone, Giver/HFPX, Global Franchise e Leardi Imóveis.

O grupo visitou as franquias Giraffas, Vivenda do Camarão (nos Estados Unidos chamada Shrimp House, uma parceria entre a Vivenda Brasil e o grupo Oxford) e L’Entrecote de Paris. Os empresários brasileiros conheceram a sede e a loja modelo de cada uma dessas marcas. Além de fazer benchmarking, o objetivo do grupo foi saber quais caminhos, estratégias e fornecedores as redes utilizaram.

“O mercado americano deve crescer 2,5% este ano, é forte e competitivo, por isso as redes brasileiras interessadas em ingressar nele devem fazer um bom estudo de mercado, assim como fez o Giraffas, que levou quatro anos, e a Vivenda do Camarão, que levou dois anos”, afirma Ricardo.

A comitiva também participou de reuniões no escritório da Apex-Brasil em Miami, onde foi recebida por Fernando Spor, encarregado do Centro de Negócios. Na ocasião, os empresários puderam conhecer os serviços e oportunidades oferecidos pela agência brasileira na cidade e região, demonstrando surpresa com a excelente estrutura que o escritório possui.

Em seguida, o grupo foi recepcionado no Consulado Geral Brasileiro por Bruno Assunção Rodrigues, vice-cônsul, que falou sobre as ações que a repartição diplomática vem desenvolvendo para estreitar o relacionamento com os EUA e aumentar as trocas comerciais. Segundo ele, há 300 mil brasileiros vivendo no sul da Flórida, estado que recebe cerca de 2 milhões de turistas brasileiros todos os anos e que gastam aproximadamente US$2 bilhões por ano. O número é um recorde para o turismo na Flórida e evidencia a importância do Brasil para o estado.

De acordo com o diretor executivo da ABF, “a região possui muita atividade econômica e o Consulado acompanha com bastante interesse todo o mercado nos Estados Unidos”, país que registra uma balança comercial de mais de US$ 22 bilhões com o Brasil.