ABF Franchising Expo 2013 recebe 63 mil visitantes

REVISTA MEU PRÓPRIO NEGÓCIO – 20/07 – REDAÇÃO

A 22ª edição da ABF Franchising Expo 2013, realizada no mês de junho, superou as expectativas de seus realizadores e participantes. Durante os quatro dias de evento, que aconteceu no Expo Center Norte, em São Paulo, 63 mil visitantes marcaram presença e conheceram as opções de negócios apresentadas, um número 3% maior do que em 2012. A partir do evento, a organização estima que cerca de R$ 480 milhões em negócios devem ser gerados. “A feira é um retrato fiel do ótimo momento em que passa o mercado de franchising no Brasil”, afirma Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF. Promovida pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e organizada pela BTS Informa, a maior feira de franquias do mundo contou, este ano, com 470 marcas expositoras, que levaram ao público presente diversas opções de franquias, divididas entre as áreas de Hotelaria e Turismo, Limpeza e Conservação, Informática e Eletrônicos, Fotos, Gráficas e Sinalização, Negócios, Serviços e Outros Varejos e Educação e Treinamento. O crescimento de visitantes e opções de negócios é reflexo de um desenvolvimento nacional do setor, que vem agradando aos brasileiros por já oferecer uma formatação previamente montada de negócio. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento total de 2012 ficou na casa dos R$ 103 bilhões, crescimento 16,2% superior ao de 2011. Há quase uma década, ano a ano, o performance positiva”, diversas vezes superior ao desempenho do PIB nacional que, em 2012, foi inferior a 1% (0,9%), conforme divulgado pelo IBGE.

Para 2013, a expectativa é de que o brasileiro cresça 16% em faturamento, 9% em novas redes e 11% em novas unidades. A ABF projeta ainda mais de 11% de crescimento na geração de novos postos de trabalho para este ano. Cristina Franco, presidente da ABF, avalia que os números positivos revelam a maturidade conquistada pelo no Brasil, país em que o segmento se tornou extremamente popular. “Crescer acima de 10% a 15% todos os anos, um sobre o outro, há quase uma década, revela a solidez adquirida pelo segmento. Se fôssemos um país, nosso crescimento seria mais que o dobro do da China, um fenômeno em matéria de desempenho”, comemora a presidente.

De acordo com o estudo realizado anualmente pela ABF, o brasileiro gerou em 2012 mais de 103 mil novos empregos diretos, crescimento de 12,3% em relação ao ano anterior e totalizou 941 mil empregados. Em número de redes, cresceu 19,4%, saltando de 2.031 marcas, em 2011, para 2.426 em 2012. Já em relação ao número de unidades ou pontos, o segmento expandiu de 93.098 no ano de 2011, passando para 104.543 em 2012.