Cresce busca por crédito para projetos sustentáveis

Desenvolve SP financiou R$ 32 milhões em projetos de Economia Verde para PMEs no 1º semestre de 2013. Valor é 208% superior ao liberado no mesmo período do ano anterior.

A busca por crédito para a realização de investimentos sustentáveis está crescendo entre as pequenas e médias empresas paulistas. No primeiro semestre deste ano, a Desenvolve SP –
Agência de Desenvolvimento Paulista financiou R$ 32 milhões em projetos de Economia Verde, um aumento de 208% em relação ao mesmo período de 2012. A indústria ainda lidera os financiamentos tomados, com 69% do total, mas a participação do setor de serviços cresceu e hoje responde por 31% do montante financiado, no ano passado eram 23%.

De acordo com o levantamento, no acumulado geral do semestre, os investimentos realizados por meio da Linha Economia Verde representam 21% dos R$ 149,6 milhões já liberados pela instituição em 2013. “Os empresários estão cada vez mais conscientes sobre a importância de se adequarem aos padrões de sustentabilidade, seja na construção civil de seus empreendimentos ou na adaptação dos processos produtivos já existentes. A responsabilidade ambiental já não é apenas um diferencial de mercado, mas sim condição obrigatória para o sucesso das empresas”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.

Criada em 2010, a Linha Economia Verde financia empresas que queiram investir na redução da emissão dos gases de efeito estufa e conta com a menor taxa de juros da instituição: 0,41% ao mês (+IPC/Fipe) e prazo de até 10 anos para pagar, incluindo o período de carência de 24 meses.

Entre os itens financiáveis pela linha estão a substituição de fontes de energia não renováveis; geração de energia elétrica ou térmica com biogás de aterro; troca de combustível fóssil por combustível mais limpo para transportes públicos e privados; criação e recuperação de áreas verdes; recomposição de matas ciliares e nascentes com espécies nativas; reflorestamentos para compensação de emissões, entre outros.

Atualmente, os projetos sustentáveis financiados pela Desenvolve SP totalizam R$ 69,3 milhões para pequenas e médias empresas das cidades de Araraquara; Campinas;  Cotia; Lins;  Olímpia; Orlândia; Osasco; Piracicaba; São José dos Campos; São Paulo e Viradouro.

Renova SP

O Programa de Incentivo à Renovação da Frota de Caminhões (Renova SP), iniciativa pioneira da Desenvolve SP, também está contribuindo para a melhoria das condições do meio ambiente. Com o objetivo de retirar de circulação caminhões acima de 30 anos que prejudicam a qualidade do ar, o trânsito e a vida do caminhoneiro, o projeto-piloto do programa está sendo realizado na Baixada Santista com caminhões que prestam serviço no Porto de Santos. Já foram entregues 25 caminhões, somando R$ 6 milhões.

Por meio da Desenvolve SP, o caminhoneiro tem a oportunidade de financiar a JUROS ZERO, subsidiado pelo Governo do Estado de São Paulo, a compra de um caminhão novo que atenda todas as suas necessidades desde que, em troca, o caminhão velho seja entregue para reciclagem e suas peças inutilizadas, retirando o veículo de circulação definitivamente. O prazo é de 96 meses para pagar com carência máxima de 6 meses.

Fonte: Agência de Desenvolvimento Paulista